Brasil fez jogo morno contra o Panamá (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

O jogo era só um amistoso e, em campo, a seleção brasileira não empolgou ninguém, com um empate pouco inspirado na partida contra o Panamá. Mas, como tem sido costume com o time nacional, o público parou para assistir ao jogo na televisão.

No começo da tarde de sábado (23), período de baixa audiência na televisão, a Globo conseguiu média de 17 pontos em São Paulo, com participação de 37% das televisões ligadas, e 19 pontos no Rio de Janeiro, com participação de 42%.

O número pode ser considerado baixo em comparação aos jogos de domingo e quarta-feira, mas para o horário foi significativo. Em São Paulo, foram seis pontos acima da média, o que representa um crescimento de 55% na audiência. No Rio, foram cinco pontos a mais para a faixa do sábado.

Se a seleção brasileira foi bem-sucedida no sábado nas duas principais cidades do país, os Estaduais não foram uma unanimidade, com alta no Rio de Janeiro, mas com números modestos em São Paulo.

No Rio, o clássico entre Flamengo e Fluminense gerou 30 pontos de média, o que igualou o recorde do torneio deste ano, obtido em fevereiro, com o jogo entre Vasco e Fluminense.

Já em São Paulo, a má fase do São Paulo não tem ajudado. Foram discretos 21 pontos para as quartas de final do Paulistão, com o duelo entre o time da capital e o Ituano.

Segundo a medição do Ibope, cada ponto de audiência medido equivale a 73.015 residências (ou 200.766 pessoas) na Grande São Paulo. No Rio de Janeiro e região metropolitana, cada ponto é equivalente a 46.175 residências (ou 118.440 telespectadores).


Notícia Seleção Brasileira Audiência Globo