O Dia Internacional da Mulher, comemorado na última sexta-feira (8), teve uma série de ações realizadas no mercado esportivo tanto no Brasil como no mundo. O Mineirão não quis ficar de fora e também decidiu fazer uma campanha que ajude as mulheres a terem seus direitos reconhecidos e faça com que os homens reflitam sobre o tratamento dado a elas dentro de um estádio de futebol.

Batizada de #REPENSE, a campanha está funcionando desde o último domingo (10), quando Cruzeiro e Tombense se enfrentaram no estádio em jogo válido pelo Campeonato Mineiro. Os banheiros masculinos do Mineirão receberam cartazes com frases que fazem parte do dia a dia das mulheres e que incomodam bastante cada uma delas.

Foto: Divulgação / Mineirão

"Esse movimento é capitaneado pelas funcionárias do Mineirão, que se organizaram por acreditarem que podem fazer a diferença e tornar cada vez mais o estádio um ambiente mais agradável para a mulher. O #REPENSE é um movimento que convida os torcedores a refletirem sobre o tratamento com as mulheres, principalmente no estádio de futebol", explicou Ludmila Ximenes, gerente de relações institucionais do Mineirão.

A Federação Mineira de Futebol (FMF) também abraçou a ideia e expôs a mensagem do movimento em placas de publicidade espalhadas ao redor do campo com as expressões "#REPENSE" e "Por mais mulheres no estádio".

"A FMF apoia a campanha do Mineirão que ajuda a combater o preconceito e incentiva a luta das mulheres para ocupar espaços repletos de hostilidade. A caminhada delas passa, também, pelos estádios de futebol, seja na torcida, nas tribunas de imprensa ou no campo, com funções até pouco tempo consideradas masculinas. Que as celebrações de 8 de março chamem atenção de toda a sociedade para o avanço das mulheres, que merecem muito respeito", declarou Adriano Aro, presidente da FMF.

Foto: Divulgação / Mineirão

Um vídeo da campanha feito com torcedoras que frequentam o Mineirão também foi e continuará sendo veiculado no telão do estádio. Além disso, no site oficial do Mineirão, está disponível uma página explicando o movimento e que conta com orientações para auxiliar as mulheres que se sentirem importunadas tanto no estádio quando fora dele.

"Entendemos que, no geral, as mulheres são mais respeitadas do que desrespeitadas no Mineirão. Mas sabemos que o ambiente ainda pode e precisa melhorar muito, e essa é a intenção ao promovermos esta ação que será fomentada ao longo de toda esta temporada", concluiu Ludmila Ximenes.


Notícia Mineirão estádio campanha conscientização tratamento mulheres torcida #REPENSE