O Milan anunciou nesta quarta-feira (5) a quarta parceria fechada pelo clube em um período de apenas dois meses e meio. Dessa vez, os italianos assinaram com a compatriota Bioscalin, marca do grupo Giuliani, especializada em cuidados capilares. O contrato será válido até o final da temporada 2019/2020 e não teve os valores divulgados.

O clube rossonero será a primeira aposta da empresa dentro do mundo do esporte. A ideia é usar a visibilidade maior que os produtos oferecidos pela Bioscalin terão para atingir o público masculino e também todos os apaixonados por futebol.

Foto: Reprodução / Site (acmilan.com)

"A Bioscalin escolheu nosso clube, o vermelho e preto de Milão, para começar uma nova aventura em patrocínios esportivos", explicou Lorenzo Giorgetti, diretor comercial do Milan.

"Esta parceria reúne duas importantes entidades milanesas. Por um lado, uma das equipes mais bem-sucedidas e vencedoras do mundo, que deu muito prestígio à cidade, e, por outro lado, um excelente exemplo de sucesso empresarial, estabelecido em Milão, que cresceu significativamente tanto a nível nacional como internacional durante mais de quatro gerações", declarou Giammaria Giuliani, um dos principais acionistas do grupo Giuliani.

Com a situação financeira fora de campo sendo resolvida aos poucos, o acordo já é o quarto assinado pela equipe rossonera em apenas dois meses e meio. Do final de setembro para cá, o clube acertou com a joalheria de luxo Damiani, a empresa de artigos de couro de alta tecnologia Piquadro e a empresa especializada em sustentabilidade e soluções ecológicas de energia Invent.


Notícia Milan Bioscalin Giuliani patrocínio marketing estratégia visibilidade