Como já é costume na última década, o Super Bowl teve, mais uma vez, em sua edição 53 disputada no último domingo (3), um engajamento maciço nas redes sociais, em especial no Twitter. Além do jogo em si e dos jogadores, as marcas também foram bastante citadas e pode-se dizer que, em alguns casos, tornaram-se tão campeãs quanto Tom Brady e o New England Patriots.

A Sprinklr, plataforma social unificada de gerenciamento de experiência do cliente para empresas, monitorou e analisou a repercussão dos anúncios feitos durante o jogo no Twitter, incluindo tanto aqueles direcionados à partida quanto os que levavam apenas a mensagem padrão da marca, sem estarem relacionados à transmissão. E obteve alguns destaques importantes.

Foto: Reprodução / YouTube (Microsoft)

A Microsoft liderou 57% da participação de voz na maioria das conversas sobre anúncios direcionados à partida. Com a mensagem "When everybody plays, we all win" ("Quando todo mundo joga, todos nós ganhamos", em tradução livre), o comercial da multinacional apresentou crianças com deficiência que falam sobre como o novo Xbox Adaptive Controller ajuda cada uma a jogar videogames.

Verizon, Google, Budweiser e Bumble completaram o Top 5 das marcas que veicularam anúncios direcionados ao jogo com mais menções. Já entre as que veicularam um anúncio sem relação com a partida, Bud Light, Doritos, Pepsi, Avocados from Mexico e Hyundai foram as campeãs de comentários. 

Os anúncios direcionados ao jogo produziram um sentimento consistentemente positivo, com 87,6% dos tuítes falando bem deles, um efeito melhor em comparação aos 74% dos anúncios não direcionados.

Se forem levados em consideração todos os anúncios do Super Bowl, a Bud Light foi a marca mais falada, dominando 32% da conversa. Adicionando um toque cômico à campanha "Dilly Dilly", de tema medieval, uma série de comerciais destacou o fato de que a empresa não usa xarope de milho em sua cerveja. Segundo a Sprinklr, o sucesso da campanha se deve também à parceria da marca com a série "Game of Thrones".

O estudo também revelou que os três principais comerciais com as menções mais positivas no Twitter foram Microsoft, Avocados from Mexico e Bud Light. O anúncio #WeAllWin da Microsoft foi o líder de forma disparada, com quase o dobro do volume de tuítes positivos do que a segunda colocada, a Avocados from México.

Por último, a Sprinklr ainda concluiu que foram as mulheres que dominaram os tuítes durante o Super Bowl LIII. De todas as postagens sobre os anúncios, 52% foram feitas por elas, enquanto os homens ficaram para trás, com os outros 48%.

Assista abaixo aos comerciais mais comentados (Microsoft e Bud Light):


Notícia Srpinklr estudo Twitter rede social mídia engajamento marcas anúncios comentários propaganda marketing Super Bowl