Patrocinadora da Copa América, a Mastercard decidiu fazer um mapeamento dos hábitos de consumo dos torcedores dos países participantes da competição relacionados ao momento de torcer por suas seleções dentro de campo.

Em parceria com a empresa de pesquisa Kantar, a marca de cartões de crédito quis conhecer os hábitos dos torcedores em cinco países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Peru. Entre os resultados obtidos, dois que chamam a atenção são o interesse em assistir às partidas em casa (92% das pessoas) e ainda o uso de camisas oficiais para torcer pelos seus países.

Foto: Divulgação / Mastercard

A Colômbia é o país que mais adota a camisa da seleção para acompanhar o time nacional (90% das pessoas), seguida pelos brasileiros (89%) e argentinos (80%). Os peruanos estão um pouco abaixo, com 70% de uso da camisa. Os chilenos são os menos "patrióticos" nesse assunto: apenas 48% usam a camisa da seleção, que é a atual bicampeã continental.

O estudo ainda questionou o que o torcedor faz durante o intervalo das partidas. Para os colombianos, o momento de pausa é também para reabastecimento alimentar: 74% vão para a cozinha pegar comida e bebida. Já os argentinos usam a pausa, em sua maioria, para ir ao banheiro (77%).

Os brasileiros, por sua vez, fazem do hábito de acompanhar a seleção um acontecimento social: 62% querem ver os jogos juntos dos amigos. No Peru, a torcida pelo país é um hábito familiar: os mesmos 62% dos entrevistados disseram que reúnem a família para torcer pela equipe nacional.


Notícia Mastercard Copa América pesquisa hábitos de consumo mercado patrocínio marketing