No início do mês, a disputa entre Coca-Cola e Pepsi pelo mercado de patrocínio ao futebol americano nos Estados Unidos entrou em um novo nível de concorrência, quando a Coca-Cola iniciou a campanha "Share a Coke" ("Divida uma Coca-Cola", em tradução livre) com quase 60 logotipos de universidades que disputam a temporada da NCAA (a liga universitária de esportes) e, também, seis equipes que estão na NFL, a liga profissional de futebol americano.

A estratégia colocada em prática foi uma forma de a Coca-Cola ganhar espaço na concorrência com a Pepsi, que só pode usar o logo dos 32 times da liga em conjunto.

LEIA MAIS: Com garrafas de times da NFL, Coca-Cola invade terreno da Pepsi

Enfim, o que acontece quando se "juntam" as duas maiores empresas de refrigerantes do mundo com o esporte mais popular dos Estados Unidos?

A resposta: grandes estratégias de marketing!

Entenda tudo sobre o assunto no comentário de Erich Beting, CEO da Máquina do Esporte, no vídeo abaixo:


Notícia NFL Coca-Cola Pepsi estratégia comercial marketing esportivo mercado futebol americano