O Manchester United estreou na temporada 2019/2020 da Premier League com uma acachapante goleada de 4 a 0 sobre um dos grandes rivais, o Chelsea, no último final de semana. Para quem foi ao Estádio Old Trafford e até para os mais detalhistas que assistiram ao jogo pela televisão, deu para perceber que o local não é o mesmo que terminou a temporada 2018/2019.

Durante o período em que o futebol europeu parou, os Red Devils aproveitaram para fazer um trabalho de renovação e "atualizar" o estádio para a nova temporada. Em entrevista ao site "Off The Pitch", o clube divulgou que, ao todo, foram gastos mais de £ 20 milhões em melhorias no Old Trafford, com um dos focos sendo os portadores de deficiência.

Foto: Reprodução / Twitter (@ManUtd)

"Continuamos a investir em melhorias em várias áreas em Old Trafford para melhorar a experiência dos nossos fãs, incluindo melhorias de segurança e melhorias significativas para nossos fãs com deficiência", revelou Colette Roche, diretora de operações do Manchester United, ao "Off The Pitch".

De acordo com a publicação, um total de 118 novos lugares para cadeirantes foram criados com o intuito de oferecer opções de locais (e preços) diferentes espalhados pelo estádio aos fãs com deficiência. Agora, há 278 posições para portadores de cadeiras de rodas no Old Trafford.

O Manchester United ainda divulgou por meio do site de negócios que foi inaugurada a "seção de atmosfera", prometida pelo clube nas últimas temporadas e que passou por diversos testes bem-sucedidos antes de entrar em funcionamento. O local pode receber até 1.200 pessoas.

Além do novo espaço, também foram feitas mudanças em algumas áreas de relacionamento, com a colocação de um número maior de quiosques de comidas e bebidas, assim como reformas em camarotes para melhorar a experiência dos torcedores mais endinheirados dentro do estádio. Outra novidade é que os camarotes ficarão à disposição dos interessados em dias sem jogo.

Por último, o clube revelou o que chamou de "compromisso contínuo com a segurança", com atualizações do sistema de câmeras, entre outras mudanças. A diretoria espera que as reformas sirvam para propiciar uma experiência melhor aos torcedores e ainda contribuam para aumentar as receitas alcançadas pelos Red Devils nos jogos em casa.

Vale lembrar que o clube também está gastando cerca de £ 50 milhões para melhorar o Centro de Treinamento, localizado em Carrington, com a inclusão de um novo complexo que possui academia, oito campos de tamanho normal e um miniestádio para jogos de categorias de base.


Notícia Manchester United Old Trafford estádio reforma atualização torcida gestão marketing