A temporada 2018/2019 ainda não terminou para o Liverpool, mas o clube já está de olho no que fará na próxima. Ainda podendo ser hexacampeão da Liga dos Campeões na final marcada para 1º de junho contra o também inglês Tottenham, os Reds querem aproveitar a temporada 2019/2020 para focar na internacionalização e ganhar especialmente o mercado americano.

Para isso, o clube já definiu que fará a pré-temporada nos EUA. Lá, em julho, fará três amistosos contra adversários europeus em diferentes cidades. O time pegará o alemão Borussia Dortmund, o espanhol Sevilla e o português Sporting. Os estádios escolhidos foram o Notre Dame Stadium (Notre Dame, Indiana), Fenway Park (Boston, Massachusetts) e Yankee Stadium (Nova York, Nova York).

Foto: Reprodução / Twitter (@LFC)

"Estamos indo para três locais incríveis este ano. Cada um desses estádios tem um patrimônio arraigado semelhante ao nosso, e enfrentaremos três grandes equipes. Esta viagem para os EUA será muito especial, e estamos ansiosos para ter tantos de nossos apoiadores conosco ao longo do caminho", disse Billy Hogan, diretor administrativo e comercial do Liverpool.

"O futebol nos EUA vem crescendo, ganhando força na última década. E o Liverpool está aumentando sua base de fãs no país. Há alguns anos, havia apenas 24 fã-clubes de torcedores por lá. Agora já são 49", revelou Bruce Grobbelaar, que disputou 624 jogos como goleiro do Liverpool entre 1981 e 1994, e é o embaixador da turnê.

Os locais e até os adversários foram escolhidos a dedo pelo clube inglês. Em primeiro lugar, são equipes que disputam suas competições nacionais com destaque, o que dará ao Liverpool bons testes para a próxima temporada, na qual o clube terá mais uma vez a Premier League e a Champions League, entre outros torneios, pela frente.

A partida contra o Dortmund será no estado de Indiana, no Centro-Oeste americano, local em que residem muitos descendentes de alemães. Já o jogo diante do Sporting será em Nova York, que tem o Brooklyn como lar de uma significativa população portuguesa atualmente.

Bruce Grobbelaar ainda aposta que a pré-temporada do Liverpool nos EUA ajudará o próprio país. Para o ex-goleiro, receber grandes clubes europeus é muito importante para o futebol dos EUA e, ao lado de melhores resultados da seleção masculina, vai fazer com que o esporte cresça cada vez mais entre os jovens.

"Se você olhar para a MLS, eles atraíram muitos jogadores estrangeiros da Europa e da América do Sul nos últimos anos. As gerações mais jovens dos EUA verão isso e terão cada vez mais vontade de acompanhar o futebol internacional", finalizou Grobbelaar.

A turnê terá início já no final de junho, mas não com o time. Os ex-jogadores do clube David Johnson, Roy Evans e Howard Gayle irão a Las Vegas para conversar com amantes do futebol e contar histórias sobre o Liverpool. Será o pontapé inicial de uma estratégia que tem tudo para dar certo no curto e médio prazo, ainda mais se os Reds chegarem no mercado americano como atuais campeões europeus.


Notícia Liverpool estratégia internacionalização mercado americano amistosos pré-temporada marketing gestão