Apesar de ter sido considerado ilegal e de estar proibido de fazer publicidade em Portugal, o site de apostas Bwin vai manter seu patrocínio à Taça da Liga de Portugal. A continuidade da empresa foi assegurada pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) na última quarta-feira, por meio de um comunicado oficial.

Também na quinta-feira, o Tribunal das Varas Cíveis do Porto emitiu um parecer negativo sobre a Bwin. A atividade do site foi considerada ilegal em Portugal, e por isso a empresa recebeu uma proibição de fazer qualquer ação publicitária no país.

O tribunal ainda estabeleceu uma multa diária de 50 mil euros para cada patrocínio ou publicidade que a Bwin mantiver depois da decisão. E disse que, em caso de recurso, não haverá efeito suspensivo da primeira posição.

A LPFP não disse o que fará para tentar driblar o veto. Em comunicado oficial, a entidade afirmou apenas que o patrocínio será mantido e que ela vai recorrer da decisão do tribunal sobre a Bwin.

A empresa ainda não se pronunciou oficialmente. A única coisa certa é que ela precisará deixar de ocupar o title sponsor da competição, que atualmente é chamada de Taça Bwin.

Além do patrocínio à Taça da Liga, a Bwin distribui quatro milhões de euros anuais entre os times que disputam a competição nacional.


Notícia Futebol Internacional Direito e Política Campeonato Portugues