As finais da Copa Davis, marcadas para o mês de novembro, não param de garantir patrocinadores de peso. Nesta sexta-feira (15), foi a vez da Lexus, divisão de carros de luxo da Toyota, assinar por dois anos com a maior competição entre países do tênis mundial. O acordo é uma espécie de ratificação da "ressurreição" do torneio nas mãos do grupo de investimentos Kosmos.

Desde o ano passado, quando assumiu a organização da Davis, o grupo, que tem como investidor principal o zagueiro do Barcelona Gerard Piqué, decidiu mudar tudo na competição, inclusive calendário, formato e quantidade de jogos. Além disso, apostou em um foco nas finais, aumentando o número de países que estarão presentes na semana decisiva e indo atrás de patrocinadores que quisessem apoiar especificamente os sete dias em novembro.

A Croácia é a atual campeã da Copa Davis (Foto: Reprodução / Twitter (@DavisCup))

A tática vem dando certo. Antes da Lexus, que será responsável pelo transporte oficial de jogadores e das equipes que trabalharão no evento, Louis Vuitton e LaLiga assinaram com o torneio, e a Rolex renovou o patrocínio que já mantinha. Some-se a isso os naming rights do banco BNP Paribas, e ainda a entrada da companhia de recursos humanos Adecco na categoria de patrocinador internacional, e fica claro como o torneio vem ganhando força nos bastidores.

"O fato de patrocinar as finais da Copa Davis aumenta a estratégia da Lexus de deixar de ser uma marca automotiva para se tornar uma marca de estilo de vida", disse o diretor geral da fabricante na Espanha, Leo Carluccio.

"A Lexus é uma marca de prestígio reconhecido em todo o mundo. Seu compromisso com a Copa Davis contribuirá para a promoção da concorrência em nível internacional, especialmente nos mercados em que a marca está mais presente", afirmou Javier Alonso, CEO da Kosmos Tennis.

Vale lembrar ainda que o torneio também possui parcerias com o Governo da Comunidade de Madri e o Conselho da Cidade, que, ao lado do Ifema (Instituição de Feiras de Madri), contribuirão com cerca de € 10 milhões para sediar a fase final da Copa Davis em 2019 e 2020.

As 18 equipes que competirão em Madrid, entre 18 e 24 de novembro, são: Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Canadá, Cazaquistão, Chile, Colômbia, Croácia, Espanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Holanda, Itália, Japão, Rússia e Sérvia. Na fase de qualificação, o Brasil foi derrotado pela Bélgica e ficou de fora das finais.


Notícia Copa Davis Lexus fase final tênis Kosmos Gerard Piqué patrocínio marketing gestão estratégia