Em meio a uma das maiores crises da história do futebol nas Américas, a Kellogg’s seguiu o caminho inverso da maioria dos patrocinadores e anunciou contrato para a Copa América do Chile, que acontece entre 11 de junho e 4 de julho.

Sem fazer nenhuma menção à crise que prendeu dois ex-presidentes da Conmebol, Eugenio Figueiredo e Nicolás Leóz, a Kellogg’s manteve sua agenda promocional para o torneio.

A empresa vai colocar no mercado sua linha de barras e cereais com embalagens em edição limitada que trarão, em seu interior, códigos alfanuméricos com os quais os consumidores poderão concorrer a um pacote de viagem com acompanhante para assistir aos jogos do torneio continental.

O mesmo código dará direito a pacotes com figurinhas virtuais da Copa América, em iniciativa realizada em parceria com a editora Panini. A promoção recebeu o nome de “Kellogg’s e você na Copa América Chile 2015” e será realizada por meio do site www.sucrilhos.com.br.

O anúncio das ações acontece menos de uma semana após o estouro do escândalo em Zurique, na Suíça. A multinacional americana afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que as ativações já estavam previstas antes do caso de corrupção que teve como epicentro os contratos de TV assinados por Conmebol e Concacaf.


Notícia copa américa kellogg's patrocínio