O retorno do goleiro Buffon para a Juventus foi usado pelo clube italiano para promover o lançamento de sua loja conceito na cidade de Milão, um dos centros da moda mundial.

Buffon foi apresentado à imprensa no mesmo evento em que a loja oficial foi inaugurada. O atleta deu entrevistas e, também, desvendou o mistério sobre qual número utilizará no último ano em que atuará pelo clube antes de se aposentar. Foi o próprio Buffon quem personalizou a camisa com o número 77 às costas, o mesmo que ele usou no Parma, quando estreou no futebol, há 24 anos. O goleiro recusou vestir de novo a camisa 1, dizendo que ela pertence ao polonês Szczesny.

Foto: Divulgação / Juventus

A personalização da camisa foi parte de uma jogada de marketing da Juventus para mostrar as diferentes funcionalidades da nova loja. O espaço reforça a estratégia do clube de se tornar um ícone no mundo da moda, que começou em 2017, quando a equipe apresentou sua nova marca, substituindo o tradicional escudo com um cavalo pela letra J. Por isso a escolha da instalação do estabelecimento em Milão, cidade onde atuam os rivais Milan e Internazionale, e não em Turim.

Ao usar Buffon como "garoto-propaganda" da nova loja, a Juventus repete a estratégia adotada no ano passado, quando apresentou Cristiano Ronaldo como reforço. À ocasião, o astro português, contratação mais cara da história do clube, foi apresentado para a torcida numa visita ao centro médico da equipe, que havia acabado de ser inaugurado. Ele usou as instalações do local e foi filmado pela equipe de TV da Juve.


Notícia Buffon Juventus Milão moda loja estratégia mercado marketing esportivo camisa personalização