- Crédito Redação

- Crédito Redação

Pelo terceiro ano consecutivo, o Internacional lançou uma linha de vestuários casuais em parceria com a Reebok, sua fornecedora oficial de material esportivo. A novidade da atual coleção está na maior atenção dedicada aos produtos femininos que, segundo o clube, tem tido um interesse crescente pelo futebol.

Para o diretor de marketing do Inter, Jorge Avancini, nos últimos 10 anos o futebol tem atraído mais as mulheres. As linhas de roupas, no entanto, pouco tem suprido esse novo público, que busca roupas mais sofisticadas. Uma coleção causal, portanto, ajuda na expansão da marca do clube.

Segundo Avancini, as novas peças tem o intuito de suprir a busca daqueles que querem usar o uniforme do time em eventos sociais e mais formais. “A camisa de jogo ainda é a mais vendida, a mais procurada. Mas as pessoas querem opções para quando querem ir a uma balada ou a uma festa”, afirmou o diretor.

Entre os modelos apresentados, foi exibida oficialmente a camisa retrô de 1976, modelo inspirado na camisa de goleiro usada pelo time que conquistou o bicampeonato brasileiro. A peça é cinza, com gola e detalhes nas mangas em vermelho, a cor oficial do time.

Estiveram presentes na festa de divulgação das novas roupas figuras como o jogador argentino Guiñazu, além de figuras como o judoca João Derly e o músico Theddy Correa, vocalista da banda Nenhum de Nós.

Essa, no entanto, não é a única linha de casuais do Internacional. Além dos modelos lançados pela Reebok, o clube também tem a Inter Red, uma coleção licenciada pelo clube que mira o público mais jovem, masculino e feminino.  


Notícia Marketing Internacional de Porto Alegre