Esporte mais popular da Indonésia, o basquete deve admitir jogadores estrangeiros nas próximas temporadas. A ideia faz parte de um plano de reestruturação da modalidade proposto pela Liga de Basquete da Indonésia (IBL), preocupada com a queda em sua arrecadação nos últimos anos. ?Primeiramente nós vamos adotar o sistema de ida e volta, presente na temporada regular, para os jogos decisivos a partir da próxima temporada. Mas também vamos reintroduzir a ideia de jogadores estrangeiros aos clubes. Pensamos que essa é a solução mais rápida para trazer espectadores às partidas?, disse Bella Erwin Harahap, chefe da IBL. A ideia de abrir a liga para estrangeiros começou em 2004, ano em que dez jogadores das Filipinas foram divididos entre as equipes de acordo com o nível técnico. Contudo, a iniciativa fracassou na época porque os times não conseguiram bancar os custos por toda a temporada. Agora, a abertura a jogadores de outros países deve ser acompanhada de medidas para evitar que a liga inflacione, como teto salarial e restrições até sobre a média de altura de cada um dos times. ?Nós queremos que todos os clubes estejam em um mesmo nível de competitividade. Se os mais ricos compram um caro e alto jogador, então não teremos mais um torneio com equilíbrio?, completou Harahap.


Notícia Gestão