A empresa de energia espanhola Iberdrola permanecerá com os naming rights da primeira divisão do futebol feminino espanhol até o final da temporada 2024/2025. O relacionamento, que teve início na temporada 2016/2017, ainda foi expandido e englobará também a segunda divisão, a Copa de la Reina e a Supercopa da Espanha. A primeira divisão se chamará Primera Iberdrola, enquanto a segunda receberá o nome de Reto Iberdrola.

Foto: Reprodução / Twitter (@rfef)

Os detalhes financeiros do acordo não foram divulgados, mas o site espanhol Palco23 revelou que o acordo renderá pelo menos € 1 milhão por ano à Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

"O acordo reafirma o papel da Iberdrola como principal defensora do esporte feminino espanhol", resumiu Ignacio Galán, presidente da empresa de energia.

A renovação surge meses após a decisão da RFEF de reestruturar o futebol feminino em território espanhol. A ideia é melhorar a modalidade no país, com a exigência, por exemplo, de que os times possuam pelo menos três equipes nas categorias de base, diretamente conectadas a eles ou, no mínimo, afiliadas.

Além disso, os clubes da primeira divisão também deverão colocar os nomes das jogadoras nas camisas, como é tradicionalmente feito no futebol masculino. O objetivo é que a atitude ajude o público a reconhecer as atletas e, assim, passe a acompanhá-las também fora de campo, com foco principal nas redes sociais.

"Fizemos um esforço e queremos melhorar em direção à igualdade. Os jogos serão disputados aos sábados e domingos, sem nada às sextas-feiras ou segundas-feiras. As jogadoras usarão seus nomes nas camisas, os jogos terão quarto árbitro e todos os clubes serão obrigados a ter três times juvenis", revelou Luis Rubiales, presidente da RFEF.

A Primera Iberdrola será composta por 16 clubes, enquanto a Reto Iberdrola terá 32 equipes divididas em dois grupos, o que demonstra o interesse crescente no futebol feminino que se vê na Espanha nos últimos tempos.

Para se ter uma ideia, em março, 60.739 pessoas assistiram ao duelo entre Barcelona e Atlético de Madrid, que terminou 2 a 0 para o clube catalão no Estádio Wanda Metropolitano. Foi o maior público registrado em uma partida de futebol feminino disputada na Europa.


Notícia Iberdrola futebol feminino Espanha patrocínio naming rights marketing mercado gestão reestruturação visibilidade