Foto: Divulgação

A Hummel é a nova fornecedora de material esportivo da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb). O contrato foi fechado para o próximo ciclo olímpico, que se encerra em agosto de 2020, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A marca substitui a Asics.

Com o acerto, a relação da empresa dinamarquesa com o handebol e o mercado desse esporte no Brasil se consolida definitivamente. A Hummel já veste o handebol do Esporte Clube Pinheiros e assinou um contrato individual com a armadora Eduarda Amorim, a Duda, bicampeã da Liga dos Campeões da Europa pelo Györi, da Hungria; campeã mundial pela seleção brasileira em 2013; e eleita melhor jogadora do mundo em 2014.

O objetivo da marca é apoiar cada vez mais o handebol no Brasil. Isso porque o país faz parte de uma grande estratégia da Hummel de desenvolver o esporte de forma global, o que vai ao encontro da filosofia histórica da empresa.

“A Hummel, por ser uma marca dinamarquesa, tem no DNA muito forte a presença do handebol, além do futebol. Temos uma longa história de sucesso de mais de 90 anos no esporte. O Brasil tem equipes e atletas de alto nível, tanto no handebol masculino como no handebol feminino, logo seria natural esta aproximação. Vários atletas já nos conhecem dos clubes que jogam na Europa”, revelou Fernanda Sakai, vice-presidente de E-commerce e Marketing Digital da Hummel no Brasil.

A marca dinamarquesa tem tradição no handebol. Fundada em 1923, a Hummel é atual fornecedora de material esportivo da seleção holandesa e de clubes famosos na Europa, como o Füchse Berlin, da Alemanha; o Buducnost, de Montenegro; o BM Granollers, da Espanha; e o RK Vardar, da Macedônia, atual campeão da Liga dos Campeões da Europa masculina.

“Tenho imensa satisfação em anunciar este acordo, que certamente valerá por muitos e muitos anos e que trará inúmeros benefícios aos nossos atletas. A Hummel é uma marca com um longo histórico no handebol, uma empresa consolidada na modalidade internacionalmente. Agora, a Confederação Brasileira de Handebol também faz parte dessa organização. É com muita alegria e entusiasmo que divulgamos essa parceria”, afirmou Manoel Luiz Oliveira, presidente da CBHb.

A estreia da parceria já será neste sábado (2), no segundo dia do Mundial Feminino da modalidade, que tem início nesta sexta-feira (1), na Alemanha. No primeiro jogo na competição, o Brasil encara o Japão. Na sequência, ainda enfrenta Tunísia, Rússia, Dinamarca e Montenegro pela fase de grupos.


Notícia Hummel CBHb Confederação Brasileira de Handebol handebol contrato fornecedora material esportivo