Na última sexta-feira (16), além de servir para as convocações de Tite e André Jardine das seleções principal e olímpica, respectivamente, a sede da CBF também foi palco para o anúncio da renovação do acordo entre a entidade e o Guaraná Antarctica. A marca de refrigerante da Ambev seguirá como patrocinadora das seleções brasileiras de futebol por mais oito anos.

O relacionamento entre a entidade e a empresa teve início em 2001, ou seja, a marca já era patrocinadora da seleção brasileira masculina no último título mundial conquistado, em 2002, na Coreia do Sul e no Japão. Desde então, fez diversas campanhas para os homens e também entre as mulheres.

Foto: Reprodução / Twitter (@CBF_Futebol)

Este ano, inclusive, além de focar esforços na disputa da Copa América entre os homens, a marca ainda fez uma campanha pesada para apoiar o futebol feminino às vésperas da disputa do Mundial na França. Com a participação de três jogadoras da seleção, Cristiane, Andressinha e Fabi Simões, a marca provocou outras empresas a também abraçarem a modalidade.

As três atletas fizeram um ensaio fotográfico simulando participação em propagandas de diversos segmentos, como beleza, produtos esportivos, cartão de crédito, entre outros. As imagens, então, foram negociadas com as marcas interessadas.

O valor arrecadado com a venda foi dividido entre as jogadoras e o Joga Miga, um projeto sem fins lucrativos que conecta mulheres que querem jogar futebol. Ao todo, 14 aceitaram a "convocação": Almap BBDO, Always, Cabify, DMCard, Downy, Gillette Vênus, GOL, Havaianas, Lay's, Nescau, Nutren Beauty, O Boticário, Uber e Volkswagen Caminhões.

No final de julho, o Guaraná Antarctica ainda criou um kit com objetos e comidas tipicamente brasileiras para ser entregue à sueca Pia Sundhage no dia em que a treinadora foi anunciada como nova comandante da seleção brasileira feminina, em uma espécie de ação de boas-vindas.

"Esta é uma parceria que une duas grandes paixões dos brasileiros, Guaraná Antarctica e as seleções brasileiras de futebol, e merece ser ampliada por vários anos, como estamos fazendo agora. Não há dúvidas de que ainda estaremos lado a lado em muitas conquistas, já que vibrar por nossas seleções de futebol é 'Coisa Nossa'", disse Felipe Ghiotto, diretor de marketing do Guaraná Antarctica.

"É uma grande empresa, parceira de todas as nossas seleções. Sempre fazem ativações diferenciadas, sabem aproveitar bem o ativo do patrocínio, seja com a masculina, com a feminina e todas as equipes de base. Foram os primeiros a realizarem um filme exclusivo para as mulheres. Isso só mostra que eles sabem aproveitar o ativo e potencializar os resultados", acrescentou Gilberto Ratto, diretor de marketing da CBF.


Notícia Guaraná Antarctica CBF seleção brasileira masculina feminina patrocínio renovação marketing mercado