Refugiados disputaram copa na Arena do Grêmio

O Grêmio recebeu um evento inédito em sua arena neste domingo (dia 26). Foi disputada no estádio a Copa dos Refugiados, torneio que reuniu 110 atletas que vieram de países como Senegal, Angola, Haiti, Venezuela, Colômbia e Peru. O evento fez parte do calendário da 58ª Semana de Porto Alegre, que comemorou os 245 anos da capital gaúcha.

Para acompanhar às partidas, o torcedor teve que trocar o ingresso por 1 kg de alimento não perecível em embalagem lacrada e dentro da validade. O que foi arrecadado será enviado a refugiados atendidos pela Paróquia Nossa Senhora da Pompeia, em Porto Alegre.

Oito equipes disputaram o torneio. “A ideia é de que o torneio sirva não só como integração social, mas também possibilite melhores condições de vida para nossos novos cidadãos”, afirmou Rodrigo Vicêncio, um dos organizadores do evento.

A competição nasceu em São Paulo, há três anos, a partir da iniciativa do congolês Jean Katumba, fundador da ONG “África do Coração”. Seu objetivo principal é a integração dos migrantes e refugiados à sociedade.


Notícia Grêmio Copa dos Refugiados Arena do Grêmio Porto Alegre