A companhia aérea GOL achou um caminho para ativar o patrocínio à Copa América dentro de campo. A empresa personalizou os bancos de reservas dos seis estádios que recebem a competição. Os bancos foram equipados com os assentos "+ Conforto" que a empresa oferece em suas aeronaves.

Envelopar os bancos com a marca da empresa é mais uma das ações da companhia aérea, que desde a semana anterior ao lançamento da Copa América tem feito várias ativações diferentes.

Foto: Divulgação / GOL

"A Copa América é a competição mais antiga de seleções do mundo, com ampla audiência. Por isso, queremos aproveitar que a GOL é a transportadora aérea oficial do campeonato para de fato estarmos mais próximos de todos os paises e torcidas, onde também operamos regularmente em nossa malha internacional", afirmou German Carmona, gerente de marketing da GOL.

Até agora, a empresa realizou diferentes ativações para os torcedores. A primeira delas, em conjunto com a Mastercard, foi trazer para o país a taça da Copa América, que ficou exposta no saguão dos aeroportos do Galeão (Rio de Janeiro) e de Congonhas (São Paulo). Além disso, promoveu um voo de Buenos Aires a São Paulo com a presença do ex-jogador argentino Sorín.

Com a bola rolando, a marca tem causado bastante repercussão nos jogos do Brasil. A partida de abertura contou com um "pregão" realizado dentro de um bar em São Paulo. Conforme o jogo se desenrolava, os torcedores tinham acesso a descontos para a compra de passagens. Com a vitória brasileira, foi possível comprar bilhetes com 30% de desconto.

A segunda ação, na partida contra a Venezuela, foi outra que teve bastante repercussão. Em conjunto com a Brahma, foram vendidas 140 passagens a R$ 3,90 para destinos internacionais. A promoção derrubou o site da empresa e gerou bastante reclamação nas redes sociais.


Notícia GOL Copa América bancos de reservas ação ativação marketing patrocínio estratégia mercado