O Fluminense deve seguir o caminho do Sport e trocar a Under Armour pela Umbro. Segundo o site Globo.com, o novo acordo está na reta final de negociação e deve ser assinado nas próximas semanas.

LEIA MAIS: Under Armour mostra drama de fornecedores no Brasil

De acordo com a publicação, o anúncio foi feito pelo presidente do clube, Mário Bittencourt, em uma reunião do Conselho Deliberativo realizada na noite desta segunda-feira (30). O negócio com a fabricante inglesa, porém, deve passar a valer a partir de março de 2020, a exemplo do que foi feito pela equipe pernambucana, que fechou em junho e passou a vestir a nova parceira apenas em agosto.

Foto: Reprodução / Site (mantosdofutebol.com.br)

Nos bastidores, a Umbro é vista como a aposta mais confiável no mercado, principalmente após problemas recentes enfrentados pelo clube com fornecedoras de material esportivo, casos da Dryworld e da própria Under Armour. O Fluminense chegou a cogitar uma marca própria, caminho seguido por diversos clubes do futebol nacional nos últimos anos, mas desistiu por achar que poderá encontrar dificuldades na distribuição de produtos em escala nacional.

A Umbro, hoje, é a marca com mais times na Série A do Brasileirão. Ao todo, são seis clubes que vestem a marca: Athletico-PR, Avaí, Chapecoense, Cruzeiro, Grêmio e Santos. Na Série B, a marca tem o próprio Sport, por exemplo.

Por outro lado, se for confirmada a saída da Under Armour, a marca americana deixará de vez o futebol no Brasil. Após ter chegado com força ao esporte por aqui com um acordo com o São Paulo, a marca ainda fabricou uniformes para Sport e Fluminense no país.


Notícia Fluminense Umbro Under Armour patrocínio fabricante marketing mercado marca