A febre das Fan Fests pegou de vez na Copa do Mundo da Rússia. Os espaços organizados pela Fifa e pelo Comitê Organizador Local, além do apoio de cada cidade-sede do Mundial já chegaram a 2,5 milhões de visitantes, o que comprova o sucesso da iniciativa da entidade que comanda o futebol mundial.

De acordo com a Fifa, o principal motivo de comemoração é que o número foi alcançado ainda no meio da segunda rodada da fase de grupos. Para a entidade, os fãs abraçaram a ideia de que as Fan Fests são o melhor local para acompanhar os jogos para quem não teve a oportunidade de estar dentro do estádio.

Foto: Divulgação / Fifa

A aposta da Fifa é na experiência que as Fan Fests oferecem ao torcedor. Além de ver determinado jogo, o fã de futebol ainda pode desfrutar de muita música e entretenimento cultural. Localizadas em pontos emblemáticos de cada cidade, as Fan Fests ainda contam com espaços dos patrocinadores, o que ajuda as marcas a divulgarem ainda mais seus aportes.

Segundo a Fifa, outra atração é que o francês Marcel Desailly e o russo Alexander Kerzhakov, ex-jogadores e atuais embaixadores da entidade, junto da mascote Zabivaka, estão fazendo uma turnê pelo país para conhecer e cumprimentar os visitantes das Fan Fests.

Vale lembrar que as Fan Fests da Fifa foram introduzidas em Mundiais na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. Desde então, a iniciativa só cresceu. Somando-se Alemanha 2006, África do Sul 2010 e Brasil 2014, os espaços organizados pela Fifa já receberam quase 30 milhões de torcedores.


Notícia Fifa Fan Fest Copa do Mundo marketing patrocinadores patrocínio experiência Rússia 2018