Patrocinadora da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desde março deste ano em um contrato que engloba todas as seleções brasileiras de futebol (de base, olímpicas e principais, tanto masculinas como femininas) por quatro anos, a Fiat decidiu investir no apoio ao futebol feminino. A montadora fechou aporte ao Torneio Uber Internacional Feminino de Seleções, que teve início nesta quinta-feira (29), em SP, e ainda lançou um vídeo que, nas palavras da marca, "ajuda a reescrever a história do futebol feminino e incentiva o esporte".

No intervalo da partida entre Brasil e Argentina, que acabaria com o placar de 5 a 0 para as brasileiras, a Fiat divulgou um filme sobre um gol histórico que até então não possuía registro em vídeo. Trata-se de um gol marcado por Elane dos Santos, ex-capitã da seleção brasileira que, ao balançar as redes na Copa do Mundo de 1991, a primeira da história do futebol feminino, se tornou a primeira brasileira a marcar na competição.

O vídeo, produzido em uma parceria entre o CRIE (hub de conteúdo e criação digital da Fiat Chrysler) e a agência Leo Burnett TM, estreou no telão no Pacaembu e pôde ser visto por todos os presentes ao estádio. Para "bombar" ainda mais a ativação, a jornalista Alê Xavier, do canal Desimpedidos, e as jogadoras Cristiane, Debinha e Formiga compartilharão conteúdos em seus perfis nas redes sociais para engajar os seguidores em prol do futebol feminino.

LEIA MAIS: Guaraná Antarctica une corintianas e palmeirenses pela seleção

LEIA MAIS: Museu do Futebol terá entrada gratuita a fãs do futebol feminino     

"A Fiat é a mais brasileira das montadoras e nada mais natural do que reforçar a nossa ligação com o Brasil nesta parceria de quatro anos com o patrocínio às seleções brasileiras de futebol. Para fortalecer a estratégia integrada que vem sendo criada e será apresentada em diversas ações até 2022, recriamos este gol para prestar a devida homenagem a essa importante atleta do futebol feminino", destacou Frederico Battaglia, diretor de marketing da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina.

"Essa peça é a primeira de uma plataforma. Aproveitando que a Fiat é agora um dos patrocinadores oficiais da seleção, queremos colocar luz sobre a história e as glórias do futebol feminino nacional, muitas vezes negligenciadas, pouco reconhecidas ou até mesmo esquecidas. Essa é a chance de corrigirmos isso. Mais do que uma peça com conteúdo, essa é uma peça com propósito", explicou Wilson Mateos, vice-presidente de criação da Leo Burnett TM.

Elane dos Santos foi primeira brasileira a marcar um gol em uma Copa do Mundo de futebol feminino (Foto: Divulgação / Fiat)

No estádio, o vídeo fez sucesso e ajudou a divulgar o patrocínio da Fiat ao Torneio Uber. O acordo foi mais um fechado pela agência Wolff Sports para a competição, após Espaçolaser, Maratá e Sicredi.

"A Fiat é mais uma marca que enxerga na ascensão do futebol feminino excelentes oportunidades para investimentos de marketing. Isso reforça como o futebol entre as mulheres começa a ganhar a importância que merece no cenário global", disse Fabio Wolff, sócio e diretor da Wolff Sports.

Mesmo com apenas quatro jogos disputados em apenas dois dias, já que, além dos dois de ontem, haverá a disputa de terceiro lugar e a final no próximo domingo (1º), o campeonato ainda fechou diversos outros aportes com marcas como Atacadão, Besni, Colgate, Fini, Kalunga e Wickbold, além, é claro, da própria Uber, que dá nome ao torneio.


Notícia Fiat Torneio Uber futebol feminino patrocínio marketing investimento vídeo memória ativação Elane dos Santos