Até o final deste ano, 165 milhões de pessoas estarão ligadas aos e-Sports. O número coroa o crescimento anual de 15% na última década e mostra a força e a dimensão que os jogos eletrônicos estão tomando.

No entanto, a tendência é que a parábola de crescimento aumente ainda mais exponencialmente em muito pouco tempo.

Com tantos dados consolidados, nomes de atletas famosos dos esportes tradicionais, como Michael Jordan, começaram a investir pesado nos jogos eletrônicos.

Assim, em três anos, ou seja, até 2021, espera-se que o faturamento anual dos e-Sports alcance nada menos do que US$ 1,65 bilhão, quase o dobro do obtido em 2018. Um dos principais motivos: os direitos de transmissão.

Com tudo isso, será que vale a pena colocar dinheiro nos e-Sports? A Máquina do Esporte explica para você como funcionam os investimentos nesse universo.

 


Notícia Investimento marketing e-Sports jogos eletrônicos mercado estratégia gestão