Em março, quando o Facebook oficializou Peter Hutton, ex-CEO do canal Eurosport, para liderar o investimento em streaming do esporte, o mercado considerava que seriam montadas equipes para transmissões no mundo. 

Após os primeiros movimentos desse novo negócio, porém, ficou claro que o Facebook vai implementar um novo modelo de promoção do streaming no esporte. A rede social tem buscado não a compra de direitos para produção própria, mas parcerias que ajudam a encher de conteúdo ao vivo sua plataforma.

Foto: Reprodução

O negócio mais recente envolve a Liga Italiana e a Liga Espanhola no mercado britânico. A transmissão dos dois torneios de forma gratuita pelo Facebook, porém, será feita graças a um outro acordo, firmado com a Eleven Sports.

A agência italiana surpreendeu recentemente ao conseguir os direitos dos dois torneios na ilha europeia. Antes, eles pertenciam à Sky Sports, que domina as transmissões esportivas no país. A Eleven Sports era uma empresa desconhecida, que abriu apenas em 2015. Ela pertence ao empresário Andrea Radrizzani que, entre outras propriedades, é o dono do Leeds United.

Na prática, a companhia mantém um site de streaming esportivo, ao custo de 6 libras mensais ao torcedor. É como um Netflix ou, para ficar no esporte, um Dazn, da Perform Group. Agora, a companhia achou mais interessante fechar com o Facebook e disponibilizar partidas de Cristiano Ronaldo e companhia de forma gratuita.

Para a rede social, está longe de ser uma novidade. No futebol, o passo mais enfático da empresa de Mark Zuckerberg foi com a Liga dos Campeões. Para a América, a rede social acertou com o Fox Sports para fazer a transmissão. Especificamente para o Brasil, o acordo foi com a Turner. E, no país, o caso é emblemático: a Globo perdeu os direitos para a companhia fazer o streaming de forma gratuita.

Não será a única atenção a ser dada ao mercado brasileiro. Ainda não foram divulgados detalhes, mas o Facebook deverá também ser o canal da Libertadores a partir de 2019, pelo menos nas partidas disputadas às quintas-feiras, segundo informação divulgada pela “Folha de S.Paulo” em março. A companhia poderia exibir Cerro Porteño e Palmeiras sem nenhuma concorrência de futebol na TV aberta.

Os grandes torneios são somados a eventos menores que já contam com o Facebook como meio de transmissão alternativa. Para Zuckerberg, o importante é manter a pessoa por mais tempo na plataforma. E o esporte é a solução para isso.


Notícia Facebook Eleven Sports marketing gestão estratégia mídia esporte