A estreia do Brasil na Copa do Mundo Feminina mostrou que a Globo acertou na opção de, pela primeira vez, transmitir a competição na TV aberta. O duelo em que a seleção brasileira derrotou a Jamaica por 3 x 0, neste domingo (9) pela manhã, praticamente dobrou a audiência média do horário.

O jogo marcou 20 pontos e 48% de participação entre os televisores ligados no Rio de Janeiro, representando 10 pontos a mais que a média da faixa nos quatro domingos anteriores.

Em São Paulo, o resultado foi quase o mesmo: foram 19 pontos de audiência e 43% de participação, um crescimento de 9 pontos na comparação com a programação regular nos quatro domingos anteriores.

LEIA MAIS: Em poucos dias, Mundial Feminino bate recordes de audiência

O desempenho do jogo na audiência também reforçou o status que a Globo deu para a partida. A vitória brasileira foi narrada por Galvão Bueno, principal nome da casa. Os próximos jogos da seleção na fase de abertura também terão transmissão ao vivo da emissora.

Segundo a medição do Ibope, cada ponto de audiência medido equivale a 73.015 residências (ou 200.766 pessoas) na Grande São Paulo. No Rio de Janeiro e região metropolitana, cada ponto é equivalente a 46.175 residências (ou 118.440 telespectadores).


Notícia Futebol Feminino Mídia Globo Audiência