A ESPN anunciou nesta sexta-feira (18) a renovação dos direitos de transmissão da Liga dos Campeões e da Liga Europa para a América Latina. O novo contrato com a Uefa vai até a temporada 2020/2021. Com isso, a emissora mantém os direitos sobre todos os países da região que falam língua espanhola.

Foto: Divulgação

Segundo o acordo, a ESPN transmitirá 71 jogos da Liga dos Campeões por temporada. Jogos da fase de playoffs, além da fase de grupos, oitavas de final e quartas de final serão exclusivos da emissora na TV fechada. As semifinais e a final também serão transmitidas, mas sem exclusividade.

Na Liga Europa, o esquema é parecido. Ao todo, serão 103 partidas a serem transmitidas, 102 delas de forma exclusiva na TV fechada. Ou seja, todas até as semifinais. A única sem exclusividade é a final.

De acordo com a emissora, os jogos serão transmitidos em todos os canais disponíveis (ESPN, ESPN 2, ESPN 3 e ESPN +), além do ESPN Play, rede de banda larga disponível para os fãs via internet e dispositivos móveis.

Como já é tradicional na emissora, haverá cobertura extensa, com melhores momentos e destaques de cada partida, além de programas pré e pós-jogo com relatórios e análises em todas as plataformas, inclusive mídias sociais.

Como trata-se apenas dos países de língua espanhola, o Brasil não está envolvido na negociação. Por aqui, a emissora tem os direitos da Liga Europa, enquanto a Liga dos Campeões é exclusividade do Esporte Interativo para a TV fechada.


Notícia Liga dos Campeões direitos transmissão mercado mídia marketing Liga Europa Uefa