Menos de cinco meses após German Hartenstein deixar o cargo de CEO da ESPN no Brasil, mais um dos executivos escalados para gerenciar a fusão das operações entre Disney e Fox no país deixou a empresa. Michel Piestun não é mais o gerente geral da Disney no Brasil. Era ele quem vinha tocando as mudanças na ESPN que resultaram na saída de todo o board da emissora.

Michel Piestun não é mais o gerente geral da Disney no Brasil (Foto: Reprodução)

A informação foi dada pelo Blog do Eduardo Ohata, no Yahoo, e confirmada pela Máquina do Esporte. Piestun é o segundo executivo originário da Fox que deixa a Disney pouco tempo depois da fusão entre as empresas. O primeiro havia sido Carlos Martinez, que era responsável pela aquisição de direitos esportivos na Fox e que inicialmente havia tocado o projeto da reformulação da ESPN.

Desde maio, quando oficialmente German deixou o comando da emissora, as mudanças se intensificaram. Piestun, a princípio, assumiu um período de transição do comando da ESPN, que ainda não nomeou um novo CEO para a empresa.  Nesses quatro meses à frente da emissora, o executivo fez uma série de ajustes. O maior deles foi em agosto, quando João Palomino, vice-presidente de conteúdo, foi demitido junto de diversos outros profissionais de vídeo, entre eles Juca Kfouri.

LEIA MAIS: Em quatro meses, ESPN troca todo o comando no Brasil

A saída do executivo ainda abre dúvidas sobre o futuro da ESPN e do Fox Sports no país. No próximo dia 20, vence o prazo dado pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa do Consumidor) para que a Disney venda o canal egresso da Fox. Como não há nenhum comprador interessado, o órgão terá de rever a obrigatoriedade sobre a venda. O processo, porém, poderá ser adiado por conta do desfalque de quatro conselheiros do Cade. Até lá, o Fox Sports não muda sua operação.


Notícia Michel Piestun ESPN Disney Fox Sports mídia bastidores gerente geral gestão