O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou, na última quinta-feira (18), a multinacional suíça Match Hospitality AG como revendedora oficial de ingressos dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 em território brasileiro. De acordo com a entidade, a empresa atendeu aos critérios de seleção do próprio COB e também às exigências do Comitê Olímpico Internacional (COI) e do Comitê Organizador de Tóquio 2020 (TOGOC).

O processo de concorrência começou em outubro de 2018, com o convite do COB a cinco das mais experientes empresas do segmento de venda de ingressos e hospitalidade do mundo. As empresas foram avaliadas quanto à estrutura de operação, relacionamento e conhecimento do mercado brasileiro, histórico em grandes eventos esportivos, potencial de operação no Japão, plano de negócios, ativação e promoção de vendas, e proposta financeira pelo direito de ser ATR ("Authorised Ticket Reseller" ou "Revendedor autorizado de ingressos", em tradução livre).

Única empresa autorizada pela Fifa a oferecer globalmente pacotes exclusivos de hospitalidade com ingressos para suas Copas do Mundo, a Match Hospitality AG ganhou a concorrência.

Foto: Reprodução / Site (match-hospitality.com/tokyo2020/brasil)

"Sentimos um imenso orgulho por nossa empresa ter sido apontada como a revendedora oficial de ingressos pelo Comitê Olímpico do Brasil para os programas de vendas de ingressos para os Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio. Esta parceria com o COB representa um dos eventos mais significativos e importantes da história de nossa empresa", declarou Jaime Byrom, presidente executivo da Match Hospitality AG.

"Estamos seguros de ter feito a escolha ideal para o público brasileiro. Durante o processo de seleção, tivemos o privilégio de receber propostas bastante completas e conhecer empresas extremamente experientes e profissionais. A Match Hospitality AG se destacou em todos os nossos requisitos de seleção, e temos certeza de que a chegada da empresa ao movimento olímpico será um marco importante para todos. Trabalharemos em cooperação para oferecer os melhores serviços e possibilidades de ingressos para os torcedores residentes do Brasil", afirmou Paulo Wanderley Teixeira, presidente do COB.

A estimativa é de que 11 milhões de ingressos sejam colocados à venda pelos japoneses. Inicialmente, o Brasil pediu cerca de 25 mil ingressos. A Match Hospitality AG já desenvolveu um site oficial em que os interessados podem se inscrever para receber informações atualizadas sobre ingressos, transporte, hospedagem e pacotes para os Jogos de Tóquio 2020. A venda para residentes no Japão já começou com o cadastro em portal próprio para participar do sorteio. Fora do Japão, as vendas devem ser abertas a partir da segunda quinzena de julho.

"Planejamento é algo chave para uma boa experiência olímpica. Queremos que nossos torcedores tenham a chance de escolher como querem viver os Jogos de Tóquio, oferecendo a eles opções de todos os níveis de serviço e facilidades de pagamento parcelado. Estamos trabalhando cuidadosamente com a Match Hospitality AG nesses serviços", explicou Manoela Penna, diretora de comunicação e marketing do COB.

Segundo o TOGOC, os ingressos mais caros serão para as cerimônias de abertura e encerramento, que variam de Y 12.000,00 ienes (R$ 420) a  Y 300.000,00 ienes (R$ 10.500). Em relação às competições, os ingressos vão de Y 2.500,00 ienes (R$ 87) a Y 130.000,00 (R$ 4.550). A promessa do Comitê Organizador é que mais da metade da carga de tíquetes colocada à venda seja na ordem de Y 8.000,00 ienes (R$ 280).


Notícia COB Match Hospitality AG revendedora ingressos mercado Jogos Olímpicos Tóquio 2020