A Emirates pode mudar o investimento que realiza em patrocínio de um grande clube para outro no futebol francês. Atual parceira do Paris Saint-Germain, a companhia aérea considera patrocinar o Olympique de Marseille a partir da próxima temporada. As informações são da Bloomberg.

Foto: Reprodução / Twitter (@OM_Officiel)

De acordo com a publicação, a Emirates tem o Olympique como um possível patrocínio alternativo para 2019/2020. Seriam dois os motivos para isso: o primeiro é que a imprensa europeia especula o rompimento do contrato entre companhia aérea e PSG ao final da atual temporada; e o segundo é que justamente esta é a última temporada em que o Olympique tem a francesa Orange como patrocinadora máster.

Uma questão a ser considerada aí é a financeira. Vale lembrar uma notícia veiculada pelo jornal francês L’Équipe no início de agosto de que o PSG estaria exigindo € 80 milhões por temporada para o próximo vínculo. Segundo a publicação, a Emirates não concorda com o valor pedido para a renovação e, desde então, cogita deixar o clube.

Outra questão ainda seria a política. A Emirates é parceira máster do PSG desde 2006, mas o acordo se tornou um sério problema desde o ano passado, quando os Emirados Árabes Unidos, onde fica a sede da companhia aérea, se uniram a outros três países da região do Golfo Pérsico e impuseram um embargo comercial ao Qatar, terra natal do dono do PSG, Nasser Al-Khelaifi.

Até o momento, nem PSG nem Olympique se pronunciaram sobre as especulações.

O tradicional clube de Marselha, atual vice-campeão da Liga Europa, é de propriedade do empresário americano Frank McCourt desde 2016. O relacionamento do time com a Orange é muito mais antigo e remonta a 1999. Em 2016, com a chegada de McCourt, a empresa expandiu ainda mais a parceria e adquiriu os naming rights do Stade Vélodrome, em um contrato de dez anos, pagando pouco mais de US$ 3 milhões por ano.

O patrocínio máster da camisa, no entanto, expira ao final da atual temporada. E seria nisso que a Emirates estaria interessada para entrar na história.


Notícia Emirates companhia aérea patrocínio marketing Olympique de Marseille Paris Saint-Germain PSG estratégia mercado