A indecisão sobre quem será o campeão da NBA tem auxiliado a liga de basquete a aumentar a audiência dos jogos finais na televisão. O jogo 5, que terminou com a vitória do Golden State Warriors sobre o Toronto Raptors por 106 a 105, forçando a realização da sexta partida para decidir o campeão, reacendeu o interesse do americano pelas finais.

A partida que recolocou o Warriors no páreo (o Raptors lidera a série decisiva por 3 a 2) foi vista por 18,2 milhões de pessoas nos EUA, a maior audiência da atual temporada. Nesta quinta-feira (13), a expectativa é de que mais gente assista à partida que pode dar o título inédito ao Raptors.

O crescimento da audiência em solo americano se deve pelo próprio aumento da dramaticidade das finais. No ano passado, com o Warriors vencendo o Cleveland Cavaliers em apenas quatro jogos, a audiência de TV foi caindo a cada jogo. Neste ano, o comportamento tem sido o oposto.

Foto: Reprodução / Twitter (@NBA)

E se, nos EUA, as finais começam a entrar no gosto das pessoas, no Canadá a situação já é essa faz tempo. Os jogos das finais têm batido seguidamente o recorde de audiência histórica do esporte. A presença do Toronto pela primeira vez numa final e a possibilidade real de conquistar a taça têm feito com que o torcedor ligue a TV para acompanhar os jogos.

Neste ano, pela primeira vez, mais de 3 milhões de pessoas viram um jogo de basquete no país. O jogo 5 teve 4,3 milhões de pessoas sintonizadas. Cerca de 40% da população assistiu ao menos uma parte das finais. Só para se ter uma ideia, em 2018, apenas 900 mil pessoas viram a decisão da NBA.

O sucesso também é grande no Brasil. Não durou um dia a venda dos 2.500 ingressos para acompanhar a sexta partida das finais na NBA House, montada no estacionamento do Shopping Eldorado, em São Paulo.

LEIA MAIS: Entrevista Exclusiva: os planos da NBA para o mercado brasileiro

A liga americana de basquete anunciou a abertura da venda pouco depois de o Golden State Warriors vencer o jogo 5, já na madrugada de segunda (10) para terça-feira (11), e forçar a realização da sexta partida. Na noite da própria terça-feira, o site oficial da NBA House já não tinha mais ingressos disponíveis para a atração. A casa ainda abrirá no final de semana para o público em geral, mesmo que não haja a sétima partida.


Notícia NBA finais EUA Canadá interesse audiência basquete mídia televisão NBA House