O dono do Leeds, clube que disputa a segunda divisão do futebol inglês, e também da Eleven Sports, grupo multinacional de canais de televisão esportivos, quer criar uma Premier League 2. O principal motivo dado por Andrea Radrizzani é o fato de considerar que as receitas de televisão atuais não são suficientes para os times que jogam as divisões inferiores do futebol inglês.

Foto: Reprodução

De acordo com Radrizzani, na última temporada, o Leeds teve metade de seus jogos transmitidos ao vivo na televisão pela EFL Championship, a segunda divisão do país. No entanto, o faturamento ficou em “apenas” £ 7,5 milhões. Para se ter uma ideia da diferença, os clubes que jogam a Premier League garantem em torno de £ 90 milhões em uma temporada.

“Há uma grande lacuna entre os clubes que jogam a Premier League e os que não jogam. Este modelo e o pouco dinheiro que se gera com direitos de TV, divididos entre 72 clubes, talvez precisem ser reconsiderados e substituídos por algo que possa ser mais sustentável”, afirmou o executivo.

Atualmente, os cerca de £ 1,6 bilhão ganhos com receitas de televisão da Premier League são distribuídos de maneira uniforme entre os 20 clubes que disputam o torneio. Nas diviões inferiores, o dinheiro já é menor e ainda precisa ser dividido entre 72 clubes (segunda, terceira e quarta divisões).

Radrizzani ainda usou um dado da temporada 2016/2017 para corroborar seu argumento. Ele lembrou que, à ocasião, 19 dos 24 clubes que disputaram a EFL Championship fecharam a temporada com déficit financeiro.

“Acho que os outros presidentes adorariam abrir uma conversa. Temos que fazer algo para mudar para que não tenhamos uma crise a cada dois anos e sejamos testemunhas de clubes que vão à falência ou precisam mudar de dono”, concluiu o executivo.


Notícia Premier League Premier League 2 Andrea Radrizzani receitas televisão direitos transmissão gestão estratégia