A Disney vem ganhando cada vez mais força no cenário de mídia internacional. Dessa vez, a empresa representada pelo Mickey Mouse chegou a um acordo com a Comcast e vai adquirir 33% da plataforma Hulu, concorrente da Netflix, focada em filmes e séries, e que vem incorporando esportes nos últimos tempos. Por um valor de US$ 27,5 bilhões, alcançará 100% do controle da plataforma.

O Hulu será uma das três plataformas de streaming oferecidas pela Disney, que pretende lançar ainda este ano um serviço com programas para toda a família. O plano inclui o aplicativo Disney+, que se somará à sua plataforma de conteúdo esportivo ESPN+.

Com a aquisição, a multinacional americana continua sua estratégia de comprar ativos relacionados a retransmissões on-line. Antes, já havia gastado mais de US$ 2 bilhões para assumir o controle da BAMTech, braço tecnológico da MLB, com o objetivo de relançar os negócios da ESPN.

Foto: Reprodução

"O Hulu representa o melhor da televisão, com sua incrível variedade de conteúdo original premiado, uma rica biblioteca de séries e filmes populares e televisão ao vivo. Poderemos integrar totalmente o Hulu ao nosso negócio direto para o consumidor e aproveitar todo o poder das marcas e dos motores criativos da The Walt Disney Company para tornar o serviço ainda mais atraente e de maior valor para os consumidores", revelou Bob Iger, CEO da Disney.

Como parte do acordo, a Comcast concordou que o Hulu estenda o contrato de licença de conteúdo da NBCUniversal e a distribuição dos diferentes canais do grupo audiovisual até o final de 2024. Obviamente, a NBCUniversal poderá encerrar a maior parte de seus contratos de licença de conteúdo com o Hulu dentro de três anos.

Lançado em 2008, o Hulu possui cerca de 28 milhões de assinantes nos EUA, com taxas que variam entre US$ 5,99 e US$ 50,99 por mês, dependendo do conteúdo e da variedade. Além disso, permite adicionar serviços adicionais de assinatura, como HBO ou Showtime. A idade média de um espectador do Hulu é de 32 anos, quase 25 anos menos que a média da televisão americana, e a renda média de seus usuários é de US$ 93 mil por ano, segundo a plataforma.

Vale lembrar que o Hulu não está disponível no Brasil atualmente, mas, como a Disney está presente tanto aqui como em boa parte da América Latina, essa situação pode mudar em um futuro próximo.


Notícia Disney Hulu Comcast plataforma streaming mídia estratégia mercado Netflix