Foto: Divulgação / Topper

A Topper lançou nesta sexta-feira (20) os novos uniformes da Ponte Preta que serão usados no restante da temporada 2018. A marca está de volta ao time de Campinas após passagens históricas para substituir a Adidas.

Para a camisa 1, a marca decidiu atender a um desejo antigo dos torcedores da Macaca. Há predomínio da cor branca e a retomada das tradicionais faixas pretas nos dois lados, tanto na parte da frente como na parte de trás. A gola possui um design diferenciado, sendo a parte frontal em tecido liso com listras marcadas com efeito de baixo relevo. Na parte de trás, a gola é em retilínea branca com listras pretas. Já a barra da manga é aplicada em tecido mesh.

Segundo a Topper, a camisa foi desenvolvida com malha de poliéster levemente acetinada, matéria-prima nobre, com um toque agradável, que proporciona leveza, conforto e mobilidade, além de garantir a performance durante a prática esportiva. Para uma melhor respirabilidade, o mesh está presente no recorte lateral.

Foto: Divulgação / Topper

A camisa 2 segue exatamente o modelo da camisa 1, mas com as cores branca e preta invertidas. A cor preta é a principal, e as faixas na frente e atrás aparecem na cor branca. A peça foi feita em malha de poliéster canelado e possui as mesmas características de gola, tecido e manga que a camisa titular.

Nas duas camisas, tanto na versão masculina como também na feminina e na juvenil, além das camisas de goleiro e aquecimento, o escudo surge em etiqueta tear aplicada com rebordo e o logo da Topper fica evidenciado por uma etiqueta termocolante com corte a laser.

As camisas de goleiro foram fabricadas em duas opções de cores, azul e vermelha, com a faixa transversal sempre na mesma cor, mas em um tom um pouco diferente. Já a camisa de aquecimento lembra o gorila, a mascote da torcida. O personagem aparece na parte frontal, com um grafismo que possui efeito degradê, combinando as cores preta e branca.  

Foto: Divulgação / Topper

Antes de fechar com a Topper, a Ponte Preta chegou a ter conversas com outras marcas, como Nike, Umbro e Penalty, mas não chegou a um acordo. Havia também a possibilidade de escolha de uma marca própria, a exemplo do que faz o Paysandu, rival de Série B, mas a proposta da Topper foi mais atrativa.

Vale lembrar que a Adidas ficou no clube de Campinas por três anos e que tinha contrato assinado até dezembro de 2019. A marca alemã, no entanto, decidiu mudar sua política de atuação no mercado brasileiro e preferiu antecipar o encerramento do acordo. O anúncio foi feito em maio.

Já em relação à Topper, esta não será a primeira passagem da marca pelo clube. A parceria já existiu entre as décadas de 1980 e 1990, quando a empresa chegou a estampar também o uniforme do time de basquete bicampeão mundial da Ponte Preta em 1993 e 1994, que contava, entre outros grandes nomes, com Hortência e Paula.

A estreia do novo uniforme será já neste sábado (21), quando a Ponte Preta vai a Varginha para enfrentar o Boa Esporte, em jogo válido pela 16a rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. As novas peças estarão à venda a partir da próxima terça-feira (24), na loja oficial do clube.


Notícia Ponte Preta Topper Adidas uniforme patrocínio marca marketing mercado