O Rio Open, principal torneio de tênis da América do Sul, apresentou sua nova identidade visual. A logomarca remodelada possui traços mais simples e tem como objetivo deixar a leitura dos elementos mais fácil de ser identificada pelos meios digitais. De acordo com os organizadores, isso é importante pelo fato de que o mundo atual das comunicações está cada vez mais focado em telas de celulares, tablets e computadores.

O novo desenho ainda tem a intenção de realçar um pouco mais a integração do Pão de Açúcar, cartão-postal da cidade, com a praia, outro ponto bastante procurado pelos turistas. Por último, também inclui o alinhamento do sentido da bolinha (selo Rio Open) com o logotipo da própria ATP, em um movimento para frente que remete a crescimento e superação.

Foto: Divulgação

"A marca Rio Open deve sempre refletir o crescimento e a evolução do evento. E o resultado disso é uma marca mais moderna, que transmite energia e movimento, e adequada para o ambiente digital", explicou Márcia Casz, executiva da IMM e diretora geral do torneio.

A sétima edição do torneio já tem data marcada: de 15 a 23 de fevereiro de 2020, no Jockey Club Brasileiro, localizado no bairro da Gávea, na zona sul da capital carioca. Para o tênis nacional, o Rio Open ganhou ainda mais importância depois que, na semana passada, a ATP decidiu retirar o Brasil Open do calendário. No lugar de São Paulo, a capital chilena, Santiago, passará a ter um torneio chancelado pela entidade.


Notícia Rio Open logomarca tênis marketing gestão mercado meios digitais Pão de Açúcar Rio de Janeiro