O DAZN decidiu "abraçar" o basquete de vez. Nesta quinta-feira (24), a plataforma de streaming anunciou que adquiriu os direitos exclusivos de transmissão da Basketball Champions League Américas (BCLA), torneio que será disputado pela primeira vez e entra no calendário para substituir a FIBA Liga das Américas como principal competição entre clubes do continente americano.

Com a aquisição, o DAZN garante a terceira competição de basquete em seu portfólio em um período de um mês. No final de setembro, assinou para exibir as próximas três temporadas do NBB, e depois, no início de outubro, fechou os direitos exclusivos da Turkish Airlines EuroLeague, conhecida como EuroLiga no Brasil, até a temporada 2022/2023.

Foto: Reprodução / Site (fiba.basketball)

A BCLA terá início na próxima segunda-feira (28) e será decidida apenas em março de 2020. Ao todo, são 12 equipes, sendo três brasileiras (Flamengo, Franca e Mogi das Cruzes). A lista é completada com San Lorenzo, Instituto de Córdoba e Quimsa (Argentina); Aguada e Biguá (Uruguai); Deportivo Valdivia (Chile); Fuerza Regia e Capitanes da Cidade do México (México); e Real Estelí (Nicarágua).  

Na primeira fase, as equipes foram divididas em quatro grupos de três, com confrontos em turno e returno dentro de cada grupo. Os dois primeiros de cada chave se classificam às quartas de final, que serão decididas em melhor de três jogos, assim como as semifinais e a final. O campeão garantirá vaga na FIBA International Cup.

"Desde a nossa chegada ao Brasil, em maio deste ano, anunciamos os direitos de transmissão de partidas do NBB, da EuroLeague e, agora, da Basketball Champions League Américas. Queremos continuar surpreendendo os fãs do basquete e oferecendo competições de alto nível na plataforma de forma exclusiva", destacou Bruno Rocha, vice-presidente executivo do DAZN para o Brasil.


Notícia DAZN Basketball Champions League Américas BCLA basquete mercado mídia transmissão streaming gestão estratégia