O São Paulo surpreendeu ao anunciar, no início da noite desta quinta-feira (1º), a contratação de Daniel Alves. O capitão da seleção brasileira na conquista da Copa América ficará no clube até dezembro de 2022. Tão logo a aquisição do jogador de 36 anos foi divulgada, o marketing são-paulino passou a capitalizar em cima da chegada do atleta, que é torcedor declarado do time.

Minutos após o São Paulo subir um vídeo nas redes sociais, em que Dani Alves declara que chega "Pelo meu país, pelo meu povo. Pelo meu clube de coração", a loja on-line da Adidas passou a vender a camisa que ele usará, com o nome Dani Alves às costas. A ação deve se seguir a uma série de outras iniciativas do marketing para que a presença do ídolo no time consiga trazer retorno financeiro.

Foto: Divulgação / São Paulo FC

"Daniel Alves é a personificação do que essa gestão vislumbra para o São Paulo. Um dos principais jogadores no mundo e reconhecido pelo seu imenso profissionalismo, por sua determinação ferrenha e sua sede interminável por títulos e vitórias. É, também, um cidadão engajado socialmente e apaixonado pelo nosso país. O São Paulo, portanto, ganha em todas as frentes possíveis", afirmou, em comunicado, o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

LEIA MAIS: Análise: São Paulo arrisca, verbo de pouco uso no Brasil

Nas próximas semanas, o clube deverá começar a usar a imagem de Dani Alves para ativar os seus patrocinadores e também focar na revitalização dos produtos licenciados. O departamento de marketing do clube, liderado atualmente por João Fernando Rossi, ex-presidente da Liga Nacional de Basquete (LNB), tem como prioridade aumentar o faturamento com a venda de licenciamento, com o relançamento do programa de sócio-torcedor e ampliação de lojas. A chegada de um novo ídolo como o lateral-direito é o elemento novo para impulsionar as vendas.

A considerar o frenesi nas redes sociais logo após o anúncio da contratação, a chegada de Dani Alves vai gerar bastante engajamento com os torcedores. O nome do lateral foi o assunto mais comentado do Twitter em todo o mundo nas horas que se sucederam ao vídeo divulgado pelo São Paulo. Além disso, a mídia, no Brasil e no exterior, repercutiu a escolha do atleta, que desistiu de renovar o contrato com o Paris Saint-Germain após o término da última temporada.

Como mostra de que o status de Daniel Alves transcenderá a performance dentro de campo, ele usará a camisa 10, que consagrou Raí, antigo ídolo do clube e atual diretor de futebol. Foi ele quem liderou as conversas para a contratação.


Notícia São Paulo Dani Alves Daniel Alves marketing estratégia mercado visibilidade contratação redes sociais repercussão