O Crystal Palace, time que disputa a Premier League na temporada 2019/2020, foi colocado à venda no mercado por £ 210 milhões. A informação é do City AM, jornal gratuito e voltado para empresas, que é distribuído em Londres e nos arredores da capital britânica.

A publicação afirma que teve acesso a um documento destinado a potenciais compradores. O documento, aparentemente elaborado pela Zenith Global Capital Partners, empresa especializada em pesquisa de investimento para consultores financeiros, fala em facilitar a compra de 75% a 90% do clube, o que poderia ser feito por um único interessado ou mesmo um consórcio.

De acordo com o City AM, o documento ainda fala que o Crystal Palace ficaria livre de dívidas e teria uma estimativa de valor projetado em £ 525 milhões após três anos e £ 700 milhões após o quinto ano.

Foto: Reprodução / Twitter (@CPFC)

Vale lembrar que os americanos Joshua Harris e David Blitzer, que compraram boa parte das ações do clube há três anos, já vêm dando indícios de que querem vender suas participações desde o início de 2019. Steve Parish, inglês que é presidente do Crystal Palace há quase uma década e que detém 18% das ações, também estaria querendo vendê-las, mas, diferentemente dos americanos, afirmou que está aberto a permanecer no clube.

Até o momento, a imprensa britânica especulou poucos possíveis compradores para a equipe que atualmente ocupa a nona posição na tabela de classificação da Premier League. O nome mais ventilado foi o de Thaksin Shinawatra, ex-proprietário do Manchester City. O clube, no entanto, já negou a informação.


Notícia Crystal Palace Premier League venda marketing mercado gestão