O Esporte Interativo é um projeto que nasceu no começo dos anos 2000, quando a agência de marketing esportivo TopSports, fundada no Rio de Janeiro, vislumbrou na compra de direitos de transmissão esportivos para a TV aberta a chance de criar um canal que tivesse 100% de sua programação voltada para o esporte. 

Ao longo dos anos, o projeto foi tomando novas proporções, com a mudança no mercado de mídia mundialmente. Em 2015, no auge, a TV Esporte Interativo foi comprada pelo Grupo Turner e passou a ter exclusividade na transmissão da Liga dos Campeões para a TV fechada, desbancando 20 anos de hegemonia da ESPN.

Relembre abaixo os principais momentos da história do Esporte Interativo:

1999. Fundação da TopSports, agência de marketing esportivo

2001. Copa do Nordeste é criada e organizada pela TopSports

2004. Lançamento da faixa TopSports, dentro da RedeTV!

2007. Criação da rede de canais Esporte Interativo, exclusiva para a exibição em TVs sintonizadas por antenas parabólicas. Operação iniciada no Rio de Janeiro

2010. Abertura do canal EI em São Paulo, pelo sistema UHF

2012. Compra dos direitos da NFL, Liga dos Campeões e Liga Europa para a TV aberta, ampliando a oferta de conteúdo multiesportivo

2012. Lançamento do EI Plus, canal por streaming baseado no modelo Netflix e comercializado por operadoras

2013. Transmissão exclusiva do título mundial feminino de handebol ganho pelo Brasil

2013. Grupo Turner anuncia a compra de 20% das operações do Esporte Interativo, principalmente por conta do sucesso do EI Nordeste, canal por assinatura existente apenas na região

2014. O Esporte Interativo ganha os direitos da Liga dos Campeões para a TV fechada

2015. É lançado em todo o país o Esporte Interativo na TV paga

2015. Em agosto, é anunciada a compra do EI pelo Grupo Turner

2016. Aquisição dos direitos de transmissão, em TV paga, do Brasileirão da Série A de 16 clubes a partir de 2019, acabando com hegemonia da Globo de quase duas décadas

2018. Renovação do contrato com a Liga dos Campeões

2018. Fim dos canais na TV

Leia Mais: Esporte Interativo deixa a TV e ficará só no digital

Leia Mais: As cinco razões para o fim do Esporte Interativo na TV

Leia Mais: Análise: Não há mercado para tanto esporte na TV

Leia Mais: Sem canal, EI busca parceiros para Série C e Aspirantes

Leia Mais: Nova fase reforça soberania digital do Esporte Interativo

Leia Mais: Bahia diz que vai romper contrato com fim de canal


Notícia Mídia Esporte Interativo Liga dos Campeões Campeonato Brasileiro Turner