A última terça-feira (20) marcou um momento inédito na relação entre os parceiros do Corinthians. O clube reuniu todos os seus patrocinadores num encontro para definir quais projetos conjuntos podem ser feitos entre eles para melhorar os negócios a partir da parceria com o clube.

A reunião, segundo apurou a Máquina do Esporte, não trouxe nenhum resultado prático de ação neste primeiro momento, mas serviu como uma espécie de troca de ideias de como as marcas podem usar diferentes serviços para atrair o torcedor corintiano para, assim, aumentar o faturamento e também mensurar o retorno que o patrocínio pode gerar. A plataforma digital deve ser o canal de entrada para isso.

Foto: Reprodução

A ideia é poder usar o programa de fidelidade lançado no ano passado pelo clube, chamado de "Loucos Por Pontos", para começar a incentivar o consumo da torcida. No projeto que foi apresentado aos patrocinadores, eles podem oferecer ao corintiano usar o sistema de pontuação do clube para gerar benefícios relacionados ao Corinthians que serão resgatados pelo torcedor. A ação pode ser customizada.

"Você pode usar uma escola de idiomas (a Minds patrocina o Corinthians) que quer inscrever mais alunos. Nós montamos um projeto em que o corintiano, ao se matricular, ganha pontos na plataforma. Ele usa os pontos para trocar por recompensas inestimáveis para ele, como uma camisa autografada, um encontro com um ídolo ou o acesso a um jogo", disse Ricardo Ramires, diretor de novos negócios do Banco de Pontos Fidelidade (BPF), empresa que administra o Loucos Por Pontos.

Em conversa com a Máquina do Esporte, Ramires explicou que o projeto procura dar ao patrocinador melhores condições de mensurar o próprio retorno que o Corinthians é capaz de dar à marca. Como o programa é capaz de gerar pontos a cada nova compra do torcedor, a marca tem como mensurar que a venda foi provocada pelo patrocínio ao clube. Assim, o clube pode virar incentivador de vendas.

LEIA MAIS: Análise: Clube precisa ser gerador de negócios

"O desafio é promover experiências que se transformem em conteúdos, e conteúdos que gerem negócios", afirmou Tiago Oliveira, diretor de comunicação do Corinthians, que em parceria com o BPF monitora ideias que podem ser transformadas em produtos para serem trocados pelos torcedores. 

A ideia do Corinthians é usar, agora, a força comercial dos patrocinadores para dar mais opções ao torcedor e, assim, ampliar os negócios dos parceiros. O ambiente digital será usado para avaliar os resultados das primeiras ações.


Notícia Corinthians Loucos por Pontos patrocinadores integração meio digital marketing ação ativação estratégia gestão mercado