O Corinthians lançou, na noite de segunda-feira (18), uma nova campanha para os torcedores. O objetivo central das peças de comunicação é fazer um resgate de identidade do clube paulista para os torcedores mais jovens, acostumados a uma realidade distante da vivida pelo time ao longo de sua história.

A ideia é recriar o sentimento de "corintiano, maloqueiro e sofredor", canto puxado pelos torcedores. Segundo o clube, essa identidade pode ser perdida pelos mais jovens com o passado recente do clube, com a presença de jogadores como Ronaldo, conquista do título mundial e a moderna arena em Itaquera.

Para fazer esse resgate, o marketing do clube recorreu à agência F/Nazca Saatchi & Saatchi, que em 2010 foi responsável pela premiada campanha "República Popular do Corinthians", em celebração ao centenário do time paulista.

Análise: Futebol deve mudar sua relação com a torcida

A nova campanha está toda baseada na transformação do ato de torcer para o Corinthians em uma religião. Com filme, documentário, ações em redes sociais e ativações na arena para os torcedores, o clube reforça a ideia de que corintiano não vive de títulos e grandes jogadores, mas de torcer fielmente para o time.

Na linha religiosa, será instalada na Arena do clube em Itaquera pedras com os dez mandamentos do corintiano. Para os torcedores, serão distribuídos santinhos e terços com referências à nova campanha. Já o filme e o documentário serão baseados em declarações de torcedores sobre a relação deles com o clube.

Projeto corintiano terá tábua com dez mandamentos e adoração ao craque Sócrates / © Divulgação

A campanha também criará a "hora da fiel", com ações nas redes sociais todos os dias às 19h10, em referência ao ano de fundação do clube. Também no meio digital, será criado um site para celular para que os torcedores possam acender velas e mandarem boas vibrações ao time. Por fim, haverá um confessionário digital, para que os fãs mandem revelações sobre o que eles já fizeram pelo clube. A mensagem poderá ser enviada por texto, áudio ou vídeo.

"Nosso objetivo é que o torcedor nunca perca sua essência. Lembrar que o clube ficou 23 anos na fila e que com muito sacrifício e fé passou a conquistar títulos todo ano. Libertadores, Mundial, Ronaldo, melhor arena da América Latina, é claro que a gente quer ter tudo isso e muito mais. Mas, principalmente, queremos tudo isso com aquela torcida, aquele sentimento do começo da nossa história. O que nos une é o sofrimento na vitória ou na derrota", comentou o superintendente de marketing do Corinthians, Caio Campo.

"Prefiro falar como torcedor: Corinthians é muito mais do que um simples time de futebol. Corinthians é a vida de milhões de pessoas", complementou o diretor de criação da F/Nazca Saatchi & Saatchi, Toni Fernandes.


Notícia Marketing Corinthians