Se a Copa do Mundo em muitos aspectos não foi das melhores para Neymar, ao menos nesta reta final um estudo deu uma notícia de que o atacante brasileiro deverá se orgulhar. Para o mecanismo de avaliação de patrocínio em tempo real orientado por dados POWA, o camisa 10 da seleção brasileira está prestes a se tornar o jogador mais influente do mundo nas redes sociais.

Segundo a análise, o atacante ainda ocupa a terceira colocação, mas está prestes a desbancar os dois primeiros, o português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi. Prova disso é que o brasileiro já é mais pesquisado on-line do que os dois principais astros do futebol mundial da última década.

Foto: Reprodução / Twitter (@neymarjr)

Logo atrás de Neymar, estão o inglês Harry Kane, em quarto, e o francês Antoine Griezmann, em quinto. Os dois, somados a outro brasileiro, o atacante Gabriel Jesus, atualmente em nono na lista, devem ser os substitutos naturais de CR7 e Messi nos próximos anos, ao menos na influência gerada nas redes sociais. Nomes como James Rodriguez, Philippe Coutinho e Kylian Mbappé também estarão entre os principais em breve.

Esse prognóstico se acentua ainda mais pelo fato de que os outros jogadores que completam o Top 10 já estão, assim como Cristiano Ronaldo e Messi, acima dos 30 anos e caminhando para o fim de carreira. São eles o alemão Mesut Özil e os espanhóis Andrés Iniesta, Sergio Ramos e Gerard Piqué.

“A Copa do Mundo é tradicionalmente inundada por olheiros que estão avaliando o desempenho em campo de jogadores jovens e analisando o potencial comercial fora do campo de jogadores, gerentes e equipes. Uma Copa do Mundo muitas vezes coloca novos jogadores na consciência dos fãs de futebol em todo o mundo, e os volumes de busca fornecem uma forte indicação do futuro potencial comercial, pois quantificam o interesse proativo em cada jogador”, explicou o CEO do POWA, Michael Flynn.

Vale ressaltar que o POWA classifica o impacto comercial das propriedades de patrocínio analisando trilhões de pontos de dados no alcance das mídias sociais, engajamento de mídias sociais, performances em campo e pesquisas on-line.

“É instrutivo ver quantos dos Top 10 estão no final de suas carreiras, pois isso mostra como o impacto comercial precisa ser construído ao longo de anos de apresentações para clubes e países. Nossa análise sugere que Harry Kane poderia agora estar pronto para se juntar a Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Neymar entre a elite global de artistas comerciais. Em breve, também assistiremos a Antoine Griezmann, Philippe Coutinho, Gabriel Jesus e Kylian Mbappé na parte de cima”, completou Flynn.

Atualmente, Neymar conta com uma série de patrocinadores importantes, entre eles Nike, McDonald’s, Beats by Dre, Gol, TCL e Wish, o que ajuda na escalada ao trono das redes sociais.


Notícia Neymar POWA Copa do Mundo redes sociais influência digital Cristiano Ronaldo Messi marketing patrocínio mídia mercado