A Copa Continental do Brasil 2019 começa nesta terça-feira (5) e, com ela, o sonho de um título nacional e uma vaga na Copa Libertadores de 2020. Ao todo, serão 91 times com chances de levantar a taça dentro de campo e dar uma boa engordada na conta bancária fora das quatro linhas.

Ao todo, a competição distribuirá mais de R$ 278 milhões. Caso participe desde a primeira fase, o campeão poderá receber R$ 70 milhões, recorde na história do futebol brasileiro. Se o título ficar com um dos times que vai entrar apenas nas oitavas de final, o valor será um pouco menor. A premiação específica da final chega a R$ 52 milhões para o vencedor.

A diferença no comparativo com a outra competição nacional do calendário é impressionante. Se forem somadas as premiações de todos os clubes que disputaram o Brasileirão de 2018, o valor final foi de R$ 63,7 milhões. O campeão Palmeiras recebeu "apenas" R$ 18 milhões, quase quatro vezes menos do que pode receber o vencedor da Copa do Brasil.

Foto: Divulgação

Com tanto dinheiro envolvido e exposição garantida em TV aberta (Globo), TV fechada (SporTV) e internet (Globoesporte.com), o número de patrocinadores segue elevado. Ao todo, serão nove. Os naming rights, pelo quarto ano consecutivo, são da fabricante alemã de pneus Continental.

"É um patrocínio estratégico, não só para o aumento do reconhecimento da marca no mercado brasileiro como também para a criação de uma ligação emocional com o público do torneio através da paixão do brasileiro pelo futebol", explicou Caio De Marchi, gerente de marketing da empresa para o Mercosul.

Além da Continental, o torneio ainda contará com aportes de Bodog, Elo, Ford Caminhões, Pitú, Quartzolit, Sicredi, Sil e Wise Up.

O torneio tem início nesta terça-feira (5), às 21h30, horário de Brasília, com o duelo entre River-PI e Fluminense. As finais estão marcadas para os dias 4 e 11 de setembro, o que mostra uma preocupação da CBF em deixar a decisão do torneio longe da reta final do Brasileirão, que normalmente termina na primeira semana de dezembro. Com isso, a entidade consegue dar mais visibilidade aos dois torneios e um não "compete" com o outro, como ocorreu no ano passado, por exemplo.

Nesta primeira fase, participam 80 equipes. Elas vão se enfrentando em esquema mata-mata até que sobrem apenas cinco. A essas cinco, somam-se outras 11 para a fase de oitavas de final, sendo elas as oito da Libertadores (Atlético Mineiro, Athletico Paranaense, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras e São Paulo), o campeão da Série B (Fortaleza), o campeão da Copa Verde (Paysandu) e o campeão da Copa do Nordeste (Sampaio Corrêa). A partir daí, segue o mata-mata até a final.


Notícia Copa do Brasil calendário marketing patrocínio premiação recorde Continental