O Estádio do Morumbi recebeu, na noite da última quarta-feira (19), o último de três jogos da Copa América, além da festa de abertura do torneio. Nesta semana, o São Paulo voltou a cuidar de seu estádio. E o receberá com algumas melhorias estruturais.

Para adequar-se ao padrão exigido pela Conmebol para a Copa América, o Morumbi reformou os vestiários, por meio de uma parceria com a Brahma, recebeu uma nova iluminação, teve melhorias nas instalações de internet e ainda passou a contar com dois telões, que foram patrocinados pela TCL, patrocinadora do torneio sul-americano.

Foto: Reprodução / Twitter (@CopaAmerica)

"Estamos bem contentes. Tivemos uma série de itens modernizados, ficamos à frente de outras arenas que foram feitas há quatro anos. Tudo que era muito importante para modernizar o Morumbi, dentro das condições normais, foi feito", disse Eduardo Rebouças, diretor executivo de infraestrutura do Morumbi, ao UOL.

O clube não diz quanto investiu para realizar as reformas. Alguns parceiros acabaram auxiliando no custeamento das obras, como Ambev e TCL. Além disso, a Claro instalou 400 antenas para melhorar o sinal de internet no estádio.

"Todas as medidas de maior custo serão rateadas de uma maneira inteligente. O patrocínio do telão vai pagar. É claro que temos de dispor de um pouco de dinheiro, mas fizemos tudo muito enxuto", completou Rebouças ao UOL.

Para ceder o Morumbi para a Copa América, o São Paulo recebeu do Comitê Organizador Local um valor de aluguel do estádio. De acordo com o borderô dos jogos que já foram divulgados até agora, o clube paulista recebeu R$ 350 mil por partida realizada no Cícero Pompeu de Toledo. Isso significa que, ao todo, o clube embolsou R$ 1,05 milhão, além de contar com o legado das melhorias de infraestutura.


Notícia Copa América Morumbi São Paulo estádio infraestrutura internet telão vestiário Brahma TCL Claro