Presidente do clube, Patricia Amorim, com azulejo de cerâmica em mãos

Presidente do clube, Patricia Amorim, com azulejo de cerâmica em mãos

O Flamengo anunciou nesta quarta-feira (29) que finalizou a venda do primeiro lote da "campanha do tijolinho", lançada sob o nome "Rubro-Negro para sempre" para levantar recursos para a construção de um centro de treinamento.

Por ora, com cinco mil peças vendidas, o clube conseguiu R$ 1,25 milhão. "Gostaríamos de agradecer aos torcedores que compraram o tijolinho e acreditaram no nosso trabalho", comemorou o vice-presidente de marketing do Flamengo, Henrique Brandão.

A meta é vender mais 10 mil tijolos até o carnaval, em fevereiro. "Teremos um grande impacto perante os rubro-negros quando as obras realmente começarem, em data a ser definida, mas ainda em janeiro", completou o dirigente carioca.

O projeto, segundo antecipou a Máquina do Esporte me meados de outubro, consiste na venda de azulejos de cer"mica com o nome do torcedor que pagar pelo privilégio. Cada peça custa R$ 250 e a meta é arrecadar R$ 5,75 milhões.


Notícia Flamengo Futebol Nacional Marketing Flamengo