O Paraná contratou consultoria para auxiliar o clube

O Paraná contratou consultoria para auxiliar o clube

Na última semana, o Paraná fez a sua eleição para presidente. Por 412 votos a 236, Rubens Bohlen, da situação, foi eleito para os dois próximos anos. No plano da nova diretoria está uma estratégia traçada para os próximos oito anos.

Rubens Bohlen é o atual vice-presidente de planejamento do Paraná. Apesar de ele fazer parte da situação do clube, a nova chapa, que assumirá o clube em 2012, não quer ser diretamente associada à diretoria vigente.

Quem explicou foi o vice-presidente de marketing do clube, Vladimir Carvalho. “A imprensa tem chamado de situação, mas não é bem isso. O Rubens reuniu algumas pessoas, entre eles alguns vice-presidentes, para fechar uma chapa com foco no longo prazo. Mas não estamos associados diretamente à atual direção”, afirmou.

Além da presença de Vladimir Carvalho, outros nomes da atual diretoria terão papel protagonista na futura gestão. Um exemplo está no primeiro vice-presidente da chapa vencedora, que será Paulo César da Silva, atual vice-presidente de futebol.

A ideia da futura direção do Paraná é formar uma linha de planejamento de crescimento do clube para até o fim de 2020. Para isso, uma empresa de consultoria já foi contratada, com a função de levantar os principais pontos a serem abrangidos pelas futuras gestões.

Segundo Carvalho, mesmo com as eleições do clube a cada dois anos, o planejamento em longo prazo poderá ser mantido pelos futuros presidentes. “Esse plano é um sinal de amadurecimento do Paraná, e ele deverá ser respeitado”, afirmou.

Mantido no marketing, Carvalho faz um balanço positivo da última temporada, com o aumento da presença de público como ponto mais visível do trabalho realizado. Para os próximos anos, a prioridade do departamento será a maior fidelização de sócio-torcedores, fomentado pelo programa “Sempre Torcedor”.


Notícia Paraná Clube Gestão