Não foi só a Globo que atingiu índices excelentes de audiência durante a Copa do Mundo da Rússia. O canal de esportes a cabo da emissora, o SporTV, e o site dedicado a esportes, o Globoesporte.com, bateram recordes históricos de audiência no Mundial. Entre os destaques, estão os públicos feminino e infantil.

Para se ter uma ideia, o SporTV registrou crescimento de 68% em relação à Copa disputada no Brasil em 2014. Ao todo, foram 18,8 milhões de telespectadores atingidos pelas transmissões dos jogos, e 33 milhões alcançados com toda a programação voltada para o Mundial. Entre as mulheres e crianças/jovens de 12 a 18 anos, o canal também ficou na liderança.

De acordo com a emissora, entre os programas, os destaques foram o “Troca de Passes” e o “Seleção SporTV”, que foram exibidos após o último jogo do dia durante toda a Copa e lideraram a audiência na TV paga.

Foto: Reprodução / Instagram (@luizcarlosjnr)

Já o Globoesporte.com teve uma marca de 8,7 milhões de usuários por dia, um crescimento de cerca de 2 milhões de pessoas em relação aos outros “dias normais” do ano. Um dos grandes destaques foi a partida entre Colômbia e Inglaterra pelas oitavas de final, que acabou vencida pelos ingleses nos pênaltis e chegou a 1,3 milhão de usuários conectados.

No Grupo Globo, os resultados foram bastante comemorados, principalmente pelo sucesso na decisão de integrar a TV aberta, a TV fechada e a internet pela primeira vez em um grande evento. Nos bastidores, a sensação é de que o trabalho foi bem realizado e será repetido para os próximos eventos de grande porte.

Leia Mais: Globo é a maior vitoriosa da Copa

“Foi a primeira vez em que a mesma equipe trabalhou para Globo, SporTV e Globoesporte.com. Produzimos 600 horas de conteúdo para as três plataformas. Talvez tenha sido a Copa que fomos mais eficientes e criativos. Foi um resultado maravilhoso. Além das transmissões ao vivo, foi importante a forma como falamos da Copa com linguagens diferentes. A Central da Copa, na Globo, e o Zona Mista, no SporTV, foram boas maneiras de se falar de Copa de outra maneira para outros públicos”, concluiu Renato Ribeiro, diretor de conteúdo da área de esportes do Grupo Globo.


Notícia SporTV Globoesporte.com audiência recorde mulheres jovens crianças mídia marketing Grupo Globo