A Globosat usou a realização do UFC no Rio de Janeiro, no último sábado (12), para inaugurar um sistema de venda direta ao consumidor de seus produtos, sem precisar de uma operadora de TV ou serviço de banda larga.

Por R$ 79,90 ao mês, os consumidores poderão comprar, diretamente do site Globo.com, o conteúdo do canal Combate, dedicado inteiramente às lutas.

Foto: Divulgação

“O nosso objetivo é alcançar o público que não é assinante de TV paga, oferecendo uma nova experiência de consumo com um produto de qualidade. Esse novo modelo  fortalece a estratégia de distribuição e entendimento do consumidor com uma entrega cada vez mais customizada e assertiva”, afirmou Bianca Maksud, diretora de marketing do esporte do Grupo Globo.

A iniciativa é inédita para o esporte na Globo. Até então, apenas quem detinha as assinaturas dos pacotes das operadoras de TV poderia assistir a conteúdo sob demanda pela internet.

Agora, a Globo abriu todo o conteúdo do canal de lutas, inclusive reprises e eventos ao vivo, para ser acessado pela internet. Quem for consumir o Combate pelo aplicativo ainda terá de esperar um pouco mais para ter todo o conteúdo do canal. Por enquanto, apenas a programação simultânea e ao vivo do Combate, além dos três últimos eventos do UFC em VOD, estão disponíveis no aplicativo.

A venda é feita apenas pelo site da Globo. Em breve, a emissora deve ampliar o serviço para que as operadoras de banda larga também possam oferecer a venda, em serviço similar ao que é feito por outros canais no país, como a ESPN e o Esporte Interativo, que possuem diversas parcerias para venda pela internet.


Notícia Sistema venda direta mídia modelo gestão Canal Combate Globo Globo.com estratégia