Neste sábado (14), as atenções dos torcedores de Flamengo e Santos, assim como de muitos outros espalhados pelo país, estarão voltadas para o Maracanã. Afinal, os dois clubes se enfrentarão, a partir das 17h, para definir quem ficará com o título simbólico do primeiro turno do Brasileirão 2019. Com tanta visibilidade, o jogo é considerado perfeito para uma ação social que será realizada antes da partida.

Uma iniciativa da campanha "Na Direção da Vida – Depressão sem Tabu", que faz parte do movimento mundial Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio, colocará um girassol na mão de cada uma das 66 crianças que acompanharão os jogadores dos dois clubes no protocolo que antecede a partida. A flor amarela é o símbolo da campanha.

Após a reprodução do Hino Nacional, as flores serão entregues aos torcedores pelas crianças, que também vestirão camisetas estampadas com o nome da campanha e sua hashtag (#DepressaoSemTabu). Por último, um vídeo com depoimentos reais de jovens que vivenciaram o problema será exibido no telão, como forma de sensibilizar o público para essa causa e convidar os mais de 60 mil torcedores no estádio e inúmeros outros que estarão nas próprias casas a conhecer os canais digitais da iniciativa.

O destaque fica por conta do site oficial, que reúne informações educativas sobre o tema e dicas de como ajudar alguém que apresente comportamentos de risco.

Foto: Divulgação / Na Direção da Vida – Depressão sem Tabu  

Atualmente, o Brasil é o líder no ranking de depressão da América Latina, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Para se ter uma ideia, o problema afeta 5,8% da população, uma taxa superior à média global, que é de 4,4%. Isso significa que quase 12 milhões de brasileiros enfrentam a doença, o que equivale à população inteira de uma metrópole do tamanho de São Paulo, por exemplo.

Para piorar, os números elevados da depressão no país também acompanham a escalada do suicídio em território nacional. Enquanto o número de pessoas que tiram a própria vida diminui mundo afora, o Brasil vai na contramão do cenário global.

Por aqui, a taxa entre os adolescentes de 10 a 19 anos, por exemplo, aumentou 24% entre os anos de 2006 e 2015, considerando os moradores das maiores cidades brasileiras. Hoje, a cada 46 minutos, alguém põe fim à própria vida no Brasil.

LEIA MAIS: Fortaleza "abraça" Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio em vídeo

A maioria dos casos ocorre com o sexo masculino e é daí que surgiu a ideia de associar a campanha ao futebol. O objetivo é prevenir futuros casos, já que 90% deles estão associados a distúrbios mentais e transtornos de humor, entre os quais a depressão se destaca. O projeto destaca que, em grande parte dos casos, o suicídio poderia ser evitado, já que tais doenças podem ser tratadas.


Notícia Flamengo Santos Maracanã Brasileirão campanha prevenção suicídio depressão girassol ação social Setembro Amarelo