O ESPN +, plataforma de streaming da ESPN, conquistou os direitos exclusivos de mídia para a Copa do Rei da Espanha nos Estados Unidos. Pelo acordo, o ESPN + transmitirá até 65 partidas por temporada, incluindo a final da competição. Boa parte dos jogos estará disponível com comentários em inglês e também em espanhol. A cobertura teve início na segunda rodada do torneio, neste final de semana.

A ESPN desbancou a beIN Sports, emissora de TV por assinatura, que segundo o site "World Soccer Talk" optou por não continuar a transmitir a competição espanhola.

O negócio reforça o uso do ESPN+ como plataforma para transmissão do futebol nos Estados Unidos pela emissora. Com a Copa do Rei, são mais de 2 mil partidas de futebol ao ano exibidas por meio da plataforma ESPN +. Fazem parte desse pacote a FA Cup inglesa, a Taça Carabao (Copa da Liga) e a Premier League, a Serie A italiana, a Bundesliga (a partir da temporada 2020-21), a Eredivise, da Holanda, a Liga das Nações da Uefa e também um pacote de jogos da Major League Soccer.

Atualmente, a ESPN contabiliza cerca de 3,5 milhões de assinantes do seu serviço de streaming, em número revelado pelo executivo-chefe da Disney, Bob Iger, em novembro. A plataforma vem crescendo bastante desde seu lançamento, em 2018. Só para se ter uma ideia, em agosto de 2019 eram 2,4 milhões de assinantes.

No que depender da emissora, o futebol terá espaço cativo dentro da programação do streaming. Em maio passado, Burke Magnus, vice-presidente executivo de programação da ESPN, disse que estava de olho no mercado latino de futebol:

"Estamos analisando todos os territórios. Provavelmente poderíamos fazer mais na América Latina, América do Sul, América Central, México. Esse é o próximo lugar que vamos procurar", afirmou o executivo.

A ideia da ESPN é tornar o ESPN+ fundamental para quem é fanático por futebol nos Estados Unidos.

"Para um fã de futebol em geral, ter este cardápio de grandes ligas e torneios ao redor do mundo faz parte do nosso projeto de tornar o ESPN+ uma proposta indispensável para um fã dessa categoria. Mas você precisa ter uma massa crítica [de direitos] para ter essa dinâmica", disse Magnus.

A ESPN tem enfrentado a concorrência da BeIn Sports no mercado americano. Recenetemente, a emissora de canal fechado de origem qatari negociou a extensão dos direitos de transmissão da LaLiga até 2023/2024.


Notícia Barcelona Mídia ESPN Copa do Rei Estados Unidos