A Coca-Cola está na Fórmula 1. Neste final de semana, nos Estados Unidos, os apaixonados pela categoria mais importante do automobilismo mundial poderão ver pela primeira vez na história o icônico logotipo da multinacional americana em um carro da F1. O acordo é com a McLaren.

Foto: Divulgação / McLaren

O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (18). Além dos carros, a marca da Coca-Cola estampará também os macacões dos pilotos titulares Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne, e do britânico Lando Norris, atual piloto de testes, que ocupará o cockpit titular da equipe na temporada 2019.

O contrato ainda inclui ativações que se concentrarão em outras marcas da empresa, como a Dasani Sparkling (água com gás saborizada) e a SmartWater (água mineral).

"A Coca-Cola tem uma rica história de patrocínio e um registro de ativações inovadoras, e estamos honrados que a empresa tenha escolhido a McLaren para fazer parceria e explorar oportunidades na Fórmula 1. A categoria está mudando, assim como nós, e estamos ansiosos para apresentar a Coca-Cola ao potencial que a nossa equipe e este fantástico esporte global representam", afirmou Zak Brown, CEO da McLaren Group e gerente geral da equipe.

"Nossas duas empresas são inovadoras e buscam se conectar mais com os jovens. Por isso, é uma parceria pela qual estamos ansiosos para ver em prática", disse Ricardo Fort, vice-presidente de alianças esportivas da Coca-Cola.

Foto: Divulgação / McLaren

O acordo foi assinado apenas para as quatro provas restantes da atual temporada. Estados Unidos, México, Brasil e Emirados Árabes Unidos são mercados que interessam à Coca-Cola. A imprensa europeia especula, no entanto, que já há conversas sobre uma possível extensão da parceria para o ano que vem. Os valores não foram divulgados.

Vale lembrar que, como empresa, a Coca-Cola já esteve envolvida na Fórmula 1 uma vez, entre 2012 e 2013, quando sua bebida energética Burn foi patrocinadora da extinta equipe Lotus. Na McLaren, será a primeira vez que o próprio logotipo da multinacional será utilizado dessa maneira na categoria.

A Coca-Cola é, atualmente, a terceira marca que mais investe em patrocínios em todo o mundo, com uma cifra que ronda os US$ 270 milhões anuais. A multinacional é uma das mais antigas parceiras do Comitê Olímpico Internacional (COI) e da Fifa, além de ter cerca de 40 contratos de patrocínio entre as cinco principais ligas do futebol europeu (Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França).


Notícia Coca-Cola McLaren Fórmula 1 F1 patrocínio marketing mercado